terça-feira, maio 01, 2007

POST NÚMERO 300

Este é o meu post número 300 o que me suscita dois pensamentos diferentes. O primeiro é o de que nem sei como fui capaz de persistir durante tanto tempo numa actividade de lazer, ainda que tão interessante. O segundo prende-se com a consciência de ter agradado a alguns e aborrecido outros com as minhas opiniões.
O balanço para mim é positivo, pois escrevi o que me apeteceu, sobre os temas que eu próprio escolhi e aproveitei para divulgar imagens que a mim me agradaram na altura em que as escolhi. A este prazer devo juntar um outro, também muito importante e enriquecedor, que foi a leitura de outras opiniões e de outros temas, o que me deu uma outra imagem do Portugal em que vivo, onde há opinião, diversidade e liberdade de pensamento.
Não devo parar tão cedo, se a saúde assim mo permitir.

Aos meus amigos Zé Povinho e O Guardião
Conforme me foi pedido envio um cartaz alusivo ao 1º de Maio de 2007. Talvez não fosse este o cartaz de que os meus amigos estavam à espera, mas é aquele que me apeteceu fazer para quem se dedica à escrita de blogues em Portugal.
Goraz de la Pravda


*** * ***

CARTOON


*** * ***

FOTO

Yuliya Shevchenko

6 comentários:

Sílvia disse...

Zé, com que então continhas bem feitas, meu malandro. Foi sempre um prazer vir aqui ao teu cantinho. A propósito, o teu amigo Goraz (nome ou nick estranho) até tem piada.
Bjos

Dae-su Oh disse...

Que importa, dia 1 é dia 1, o resto não importa, a foto simboliza a escravidão que vivemos na dependência dos computadores.

Joca disse...

Parabéns Zé. Este lugar está sempre fresquinho como as alfaces e é com prazer que aqui venho muitas vezes. Continua e não te preocupes em agradar a quem quer que seja naquilo que escreves. Nem a mim, claro.
Fui

Ludovicus Rex disse...

Viva o 1º de Maio, Viva o Dia do Trabalhador. Lutemos, por salários justos, que motivem e dignifiquem os trabalhadores...

Feliz Dia do Trabalhador

jpg - o sineiro disse...

Grande Zé Povinho!

Há que continuar, pois!

Contra a escravidão da imagem, podemos nós, contra a outra é mais complicado!

Desejo-te a continuação de bons êxitos neste mundo interessantíssimo, muito mais do que podia imaginar há um ano atrás.

Portugal ainda tem, como verificaste e eu também, gente que não é mentecapta!

Continuemos, pois!

Um abraço.

papagueno disse...

Não sou um comentador muito habitual, mas acho que conheço este blogue quase desde o início. Em nome da cultura e da conservação do nosso património espero que este cantinho continue por muito mais tempo.
Um abraço.