quinta-feira, dezembro 01, 2011

O ÚLTIMO FERIADO NO 1º DE DEZEMBRO

Já foi dito por muita gente que Portugal não tem muitos feriados nacionais, e os que tem são referentes a datas com muita simbologia e significado histórico. Que me recorde apenas o 1º de Janeiro não reunirá estas características.

Este governo vem demagogicamente cortar dois feriados nacionais com o pretexto de se aumentar a produtividade, o que é ridículo porque ninguém acredita que seja por isso que nós iremos ter algum aumento de produtividade que nos venha a tirar da crise, onde sucessivos governos nos enfiaram.

O que importa registar é que temos agora uma geração de políticos para quem a História não tem qualquer significado, ou pior, que não quer que a simbologia de certos dias possa perdurar no espírito dos cidadãos.

O 1º de Dezembro, como “quase” todos sabem, é o dia em que se comemora a Restauração da Independência Nacional, relembrando os acontecimentos do 1º de Dezembro de 1640, em que os portugueses reconquistaram a sua independência depois de quase 40 anos de dominação espanhola.

Eu que até nem sou monárquico, fico com a vaga impressão que o governo PSD/CDS parece temer que os cidadãos deste país sejam contagiados pelo desejo de independência e castiguem algum Miguel de Vasconcelos, numa altura em há quem pretenda “vender” este país a retalho, não se importando de hipotecar a nação a interesses estrangeiros.

Será que o corte dos feriados do 5 de Outubro e do 1º de Dezembro tem alguma outra explicação? Estou aberto a sugestões.

PINTURA

VÍDEO

6 comentários:

Meg disse...

E será que "eles" acham que nós precisamos ou merecemos explicações?
Ou antes, sabem eles por que tomam a maior das medidas?
Quanto a História, só devem saber a deles na política, e nada mais...
Um abraço, Zé!

Anónimo disse...

Uma reflexão lúcida e muito a propósito nesta data. Não esperava outra coisa de ti.
Bjos da Sílvia

zeparafuso disse...

Numa altura em que dependemos de toda a gente...e ainda nos querem tornar dependentes de mais, o 1º de Dezembro não terá jeito.
(versão PSD - muita gente andará às voltas, nos tumulos e campas ).
Abraço.

LopesCa disse...

O corte dos feriados religiosos não afecta agora estes gostava de saber qual foi o critério :s

Pata Negra disse...

Andei todo o dia na fazenda - será que não produzi nada?! Não acho que a razão esteja aí! O que eu acho é que eles acabaram por demonstrar alguma honestidade. Ou não foi ontem que eles "aprovaram" um orçamento imposto por estrangeiros?! Uma palhaçada, portanto! Haverá maior prova de que perdemos a independência?!
Voltará a ser feriado quando mandarmos os coelhos pela janela! Por enquanto ficamos com os perus porque este ano o Natal ainda vai ser feriado!
Um abraço em prol de dias mais nossos

elvira carvalho disse...

Amigo você acha que ainda vale a pena comemorar a Restauração da Independência? Qual independência? Só falta estendermo-nos ao comprido para que nos passem por cima.
Um abraço