quinta-feira, maio 17, 2007

FALTA DE CREDIBILIDADE

Segurança Social só é sustentável com trabalho além dos 65 anos
Segundo o Jornal de Negócios esta afirmação é atribuída ao Banco de Portugal, resultando dum estudo ontem divulgado. De acordo com esse estudo a sustentabilidade da Segurança Social só pode ser assegurada «se todas as pessoas trabalharem além dos 65 anos».
Esta instituição que teve a sua utilidade quando ainda existia o escudo, deixou de ser, na opinião de muitos portugueses, indispensável passando a ser um mero sorvedouro de recursos e muleta dos governos nas suas medidas económicas. Nos últimos anos os portugueses começaram a perceber que os altos dirigentes do banco central, auferem gordas reformas pagas pelo erário público por poucos anos de serviço, que acumulam com outras quer do sector privado quer do próprio Estado, ao contrário do que advogam para os funcionários públicos, e que é uma reforma unificada que não pode ser superior ao ordenado que auferiam anteriormente. Também nunca se ouviu nenhum responsável por esta instituição manifestar qualquer tipo de desacordo com outras reformas douradas dos muitos que as obtiveram por alguns anitos em funções de Estado ou outras ligadas à política.
Se o exemplo é mau, a recomendação ainda é pior, pois na maioria das profissões a idade não perdoa e a produtividade diminui bastante, tornando-se quase impossível exigir um desempenho igual ao que se exige a quem tem 30 ou 40 anos de idade. O caminho mais sensato e mais justo é o da carreira contributiva, mas esse realça o mau exemplo dos nossos “sábios dirigentes”.
Só falta mesmo dizer, plebeus trabalhem até à morte, para que nós possamos engordar os nossos pecúlios, cada vez mais cedo.

*** * ***
Bélgica/Eleições: Candidata ao Senado "promete" praticar sexo oral com eleitores
… Inicialmente, Tania aparecia na publicidade eleitoral do NEE nua ou seminua com asas de anjo e prometia criar 400.000 "jobs", parodiando a oferta do partido do primeiro-ministro, Guy Verhofstadt, de criar 200.000 empregos.
Mas a reacção de um simpatizante, que lhe perguntou porque não prometia blowjobs (felações, em inglês) em vez "jobs", fez com que Tania e a sua equipa se tenham decidido a dar uma grande volta ao slogan eleitoral.
Na sua página eleitoral www.nee-antwerpen.be, Tania oferece agora "40.000 blowjobs" a quem se inscrever.
Quando lhe perguntaram se não teme que alguns crédulos possam levá-la a sério, Tania assegurou que "a maioria das pessoas entende logo que não é real".
"As pessoas não são tontas e àquelas pessoas que nos fazem perguntas a esses respeito explicamos-lhes o que acontece", disse a jovem, acrescentando:
"Até agora só recebemos reacções positivas".
Deixou claro que assumirá o seu lugar caso seja eleita.
"Defenderei a inclusão na legislação eleitoral, a todos os níveis, da possibilidade de expressar um voto de protesto, um NO, à maneira do voto em branco", explicou.
"Os eleitores que votem NO também podem dizer se o seu voto é dirigido contra algum partido em particular que os tenha defraudado, para que a formação (partidária) saiba quantas pessoas não estão de acordo com a sua política", assinalou Tania, acrescentando que estes votos, na prática, estariam representados por lugares vazios.

Comentário – Pode parecer um tanto imoral este tipo de propostas, mas perante a imoralidade praticada por muitos políticos, um abanão desta natureza é merecido pois é uma caricatura à altura do que fazem.

*** * ***
FOTOGRAFIA
aquarelka

*** * ***

HUMOR INTERNACIONAL

Apreciando o Cubismo


A evolução (?)

9 comentários:

foryou disse...

O 1º está lindissimo :)

O humor internacional está demais :D

Lol disse...

Não há por aí nenhuma garina "interessante" que faça uma campanha do tipo da belga, para dinamizar o descontentamentos dos portugueses?
Aguardo, para lhe dar o meu apoio, se a achar tão interessante como a Tania.

Sérgio Pontes disse...

Olá,

Antes de mais queria agradecer-te pelo teu comentário no meu blog. Aparece sempre que queiras, ok?

No entanto, vim para te dizer que concordo em pleno com o teu ponto de vista. cá em Portugal com os nossos famosos, as coisas teriam tido contornos diferentes... em primeiro basta olhar para os nossos politicos "arguidos" e temos uma noção do que eu me refiro...

Cá por terras Lusitanas, ganha quem é mais sacana, não que é mais Homenzinho para enfrentar as situações...

E é exactamente nesse ponto que eu me refiro, ele é um Homem com H grande por ter tomada a posoção de defender o animal de estimação dele! independentemente das consequências... e isso, ao contrário de muitos "Isaltinos" e "Fátimas Felgueiras" por esse Portugal afora... é de louvar!

um abraço

Anarka disse...

Mesmo sem uma partido tão original como o da Tania, há sempre a possibilidade de votar em branco, não é?
Adeusinho

Odysseus disse...

Zé o meu comentário não é gay mas dava-me mais jeito um trabalho, pelo menos um melhor :)

Quanto às reformas o grande mal reside na função pública os inúmeros funcionários e a forma como se reformaram em último escalão aumentou e abalou sem dúvida o restante sector privado.

Cumps

Zé Povinho disse...

Caro Odysseus
Muitas das reformas de valor escandaloso que têm sido faladas e que se podem ver nos DR são referentes às altas funções de Estado, quase todas elas de nomeação política. Mas independentemente disso, a campanha de descredibilização da função pública e o ataque que está a ser feito tem estas consequências, previsíveis aliás. Mas isto não fica por aqui, os grandes continuam a ser pagos pelos nossos impostos só que agora escudados em institutos, em sociedades anónimas de capitais públicos e outras parcerias e empresas públicas. Repare só num número elucidativo, os aumentos ns FP foram de 1,5% a que logo se retira 0,5% para a ADSE, mas os gastos com salários aumentaram mais de 5%. Adivinhe porquê, se as reformas são em número superior às admissões!
Abraço

Moriae disse...

E o novo estudo do Eugénio Rosa? Remata este contexto na perfeição ...

"Foi publicado no Diário da República o Decreto-lei 187/2007 cuja aplicação determinará uma redução importante nas pensões dos trabalhadores que se reformarem no futuro."
http://infoalternativa.org/autores/eugrosa/eugrosa126.htm

Abraço,
M.

jpg - o sineiro disse...

Se fosse belga votava na pequena. ao menos, parece ser inteligente, coisa que em políticos é difícil encontrar...

um abraço.

jpg - o sineiro disse...

Se fosse belga votava na pequena. ao menos, parece ser inteligente, coisa que em políticos é difícil encontrar...

um abraço.