quinta-feira, maio 24, 2007

DADOS REDUNDANTES

Todos sabemos, tanto no sector público como no privado, que a assiduidade dos trabalhadores é registada e no final do mês reflecte-se inevitavelmente nas retribuições de quem falta. Esta prática nos serviços do Estado é obrigatória e em cada serviço ou organismo há responsáveis por essa tarefa, que respondem pela função que lhes é confiada.
Os funcionários públicos questionam a razão de ser duma base de dados para aferir a participação em greves, e mais, se o ministro das Finanças tem competência para a ordenar. Quais são os dados que vão constar dessa base de dados? Foi autorizada pela entidade competente?
Por muito boas intenções que o senhor ministro manifeste, não pode alegar que isso traga algum benefício ao erário público, antes pelo contrário, pois custa dinheiro. Alegar que dispõe de números fiáveis, também não é correcto, pois no próprio dia e nas 48 horas seguintes tal número nunca pode ser considerado definitivo. Então como se explica tal intenção?
Controlar quem faz greve e quem não faz, não me parece que seja legítimo nem aceitável, mas, excluídas as outras hipóteses, parece ser o motivo de tanta diligência em comunicar números fiáveis à comunicação social.
Aos portugueses pouco importa a discrepância de números brandidos pelos sindicatos e pelo governo, já que o impacto das greves se mede mais pelos incómodos e pelos atrasos sentidos pelos cidadãos do que por dados duma qualquer fonte, mais ou menos exacta.
Não terá o senhor ministro das Finanças nada mais importante e produtivo onde despender energias e verbas para melhorar as finanças públicas?

*** * ***
BLOG COM TOMATES

Lamento ir incomodar alguns ou até ferir susceptibilidades de outros, mas decidi exercer o direito que me foi conferido pelo Sino da Aldeia e vou nomear os seguintes companheiros para a mesma distinção:

* We have Kaos in the garden

* O Anarquista

* O Corcunda da Torre do Tombo

* Adrianeites

Penso que alguns já foram distinguidos e que outros podem não apreciar o título, mas estes são alguns dos sítios que mais vezes visito, mesmo que nem sempre comente por falta de tempo ou por já alguém ter dito o que a mim me apetecia dizer. Que me desculpem os que não mencionei.

*** * ***
CARTOON NACIONAL
Ingenuidades

*** * ***

FOTOS - CHAPÉUS HÁ MUITOS
Jardin

MaxGog

8 comentários:

Rita disse...

Chapéus há muitos... e bons.
Já conhecia o espírito controleiro mas o senhor ministro extrapolou ...
Bjos

Moriae disse...

Parabéns, Zé Povinho :)
Abraço,
Moriae

Zé Povinho disse...

Rita
Ainda bem que os chapéus te agradam e que reconheces o palerma.

Moriae
Obrigado pela visita

Abraço

papagueno disse...

Vinha aqui contemplar este blog com um tomate e reparo que já os havia por cá. Como ainda estão fresquinhos deixo-os aqui na mesma.
Um abraço.

rendadebilros disse...

Gostei muito do que vi por aqui... em texto, fotos, cartoons and so on... então os chapéus ... adorei!
Obrigada pela visita. Volte sempre!

jpg - o sineiro disse...

Pois o Sr. Ministro lá sabe para que quer os dados...
Por mim, quando achar que devo fazer greve, faço. Com lista ou sem lista, estou-me nas tintas.

Do que gostei, mesmo, mesmo, mesmo, foi daqueles chapéus de sol branquinhos e rendados. Que coisa mai linda! As rapariguitas é que estragam um bocado a imagem...

Um abraço e bons tomates!

o guardião disse...

Também levaste com os tomates, bem vi. Olha eu fiquei abananado e meti uma folgazita. Volto amanhã.
Abraço

Savonarola disse...

Caro Zé Povinho,
Venho aqui agradecer-lhe a distinção de atribuir o prémio Blog com Tomates a O Anarquista. Como sabe esta distinção já me tinha sido atribuída pelo Odysseus do Blog da Nalga, mas... Todos os tomates são bem vindos! Para continuar a atirar com eles ao governo.
Muito obrigado!
Um grande abraço anarquista