sexta-feira, julho 09, 2010

NERVOSISMO

Os cortes de verbas na Cultura que eram de 20% e depois passaram a ser de 12% tiveram o condão de enervar a senhora ministra da Cultura. O sorriso apagou-se e a irritação tomou conta do discurso da Gabriela Canavilhas que começou a disparar em todas as direcções.

Não foi elegante a acusação de histerismo, nem tão pouco a acusação de que a contestação era liderada pelo Bloco de Esquerda. Não fica bem utilizar um discurso datado e que todos queremos esquecer. A exigência de provas quanto ao provável aumento do desemprego foi uma manobra que demonstra bem com que espírito encara a situação.

O que a senhora ministra não diz é porque razão mantém a intenção de mudar o Museu Nacional de Arqueologia e retomar a construção do novo Museu dos Coches, que obviamente vão consumir recursos públicos, quando justifica cortes por falta de verbas, cativadas pelo ministério das Finanças.



FOTOGRAFIA
KOT89

CARTOON
A Culpa por JITET KUSTANA

8 comentários:

Kássia Kiss disse...

Belo Cartoon ;)

Anónimo disse...

ó zé, tu não sorris ou não te irritas? devo ser demasiado intelectual para entender o teu post!

Anónimo disse...

Deves fazer menos manguitos e prestar mais atenção: a misistra já disse várias vezes que o museu dos coches é uma decisão do governo anterior e o dinheiro vem do casino de lisboa!!!não pede ser usado para outros fins.

Anónimo disse...

hum...és um Zé do bloco!

Zé Povinho disse...

Caro anónimo
Em geral não lhe daria resposta mas desta vez apetece-me dizer-lhe, sem manguitos, que conheço bem a penúria da Cultura e que o dinheiro do novo Museu dos Coches era mais bem empregue na manutenção e restauro dos museus, palácios e monumentos existentes, que bem precisam. Quanto "à oferta" do dinheiro do casino é bom eu não falar porque aí tería que abordar as negociatas da zona ribeirinha e isso é outra loiça.

Passe bem, e esqueça-se de mim, que eu agradeço

Zé Povinho disse...

A propósito do Bloco: não sou, mas acho que também não é da sua conta.
Voto em branco, e quem me conhece sabe-o bem.

Anónimo disse...

Você brinca escondido atrás do Zé, mas não gosta que brinquem consigo. Você gosta de expor as suas ideias, mas não gosta de ser contrariado por opiniões diferentes. Você pede para ser esquecido mas gosta de se mostrar. Você insinua negociatas sem apresentar provas, (as quais seriam muito bem vindas) mas não gosta de insinuações! Não é do bloco, não padece desse pecado ao contrário de mim, (já que o revelou eu também o faço). Por fim apenas lhe digo que sim, o esquecerei. Não se ofenda por tão pouco. Cumprimento ó Zé.

Anónimo disse...


Os cães ladram e a caravana passa...
Bjos da Sílvia