terça-feira, outubro 25, 2011

LEITURAS

Se é mesmo a profissão do duque o ser honrado!

É o seu modo de vida, o seu ofício… Creio

Que é d’aí… que é d’aí que a fortuna lhe veio:

Ninguém lh nega… O duque é dos bons, é dos puros…

E a virtude a render, a dignidade a juros

Acumulados… Francamente, eu noto, eu verifico

Que era caso de estar muitíssimo mais rico…

O duque foi modesto: a honra de espartano

Não a deu nem talvez a dois por cento ao ano!

Incrível! No momento grave em que a Nação

Dorme (ou finge dormir!) à beira dum vulcão,

Nesta hora tremenda, hora talvez fatal,

Há quem graceje como em pleno Carnaval!

E assim vamos alegremente, que loucura!

Cavando a todo o instante a própria sepultura…

No dia d’àmanhã ninguém pensa, ninguém!

Os resultados vê-los hão… caminham bem…

Divertem-se com fogo… Olhem que o fogo arde…

E extingui-lo depois (creiam-me) será tarde…

Já não é tempo… As lavaredas da fogueira

Abrasarão connosco a sociedade inteira!

A mim o que me indigna e ruborisa as faces

É ver o exemplo mau partir das altas classes,

Sem se lembrarem (doida e miserável gente!)

Que as vítimas seremos nós… infelizmente!

Não abalemos, galhofando, assim à toa,

A égide do Scetro, o prestígio da C’roa!

Quando a desordem tudo infama e tudo ameaça.

A Rialeza é um penhor…



In Pátria, Guerra Junqueiro

5 comentários:

Isamar disse...

Tão verdadeiro, amigo! Não acredito que tenhamos um destino traçado no nascimento mas, pelo que tenho lido, a história é cíclica e este poema voltou a ser actual.
Vale a pena lê-lo mais do que uma vez e reflectir sobre o seu conteúdo.
"A mim o que me indigna e ruborisa as faces É ver o exemplo mau partir das altas classes..."
Também eu estou igualmente indignada por isso.

Bem-hajas!

Abraço fraterno

Anónimo disse...

"Alfaiate, rei ou presidente, é tudo a mesma coisa."
Não sei se a frase é exactamente esta mas também faz parte da mesma obra.
Bjos da Sílvia

Anónimo disse...

Esta choldra não muda apesar da passagem dos séculos.
Lol

AnarKa

elvira carvalho disse...

Parece que foi escrito agora não é verdade? Há quem diga que um raio nunca cai duas vezes no mesmo sítio. Mas a crise que ciclicamente nos atinge é como um raio sempre a cair no mesmo lugar.
Um abraço

Arame Farpado disse...

"A hipocrisia está instalada na política nacional, e a vergonha parece não ser uma característica de alguns indivíduos que frequentam os corredores do poder."

Meu caro Zé, choca-me nos dias de hoje que se apresente todos os sacrifícios baseados apenas na inevitabilidade.
Diz-se que, no limite, tenho de passar fome para o Estado ter financiamento, mas não há político de centro-direita que seja capaz de explicar porque raio não temos dinheiro nem crédito se sempre paguei os meus impostos...