quarta-feira, agosto 10, 2016

PORTUGAL ARDE ALEGREMENTE EM AGOSTO

O país arde, os portugueses andam a banhos, os políticos estão de férias, os turistas vão gastando uns cobres por aí, as vilas vão fazendo as suas festas para entreter os emigrantes e os foguetes ribombam nos ares.

A floresta arde apesar dos esforços dos abnegados bombeiros, as populações atingidas ajudam no que podem, e os figurões fazem briefings para fazer o ponto da situação.

As coisas repetem-se ano após ano, e por muito que se pague de IMI, os bombeiros continuam a ser associações humanitárias, mas não são responsabilidade dos municípios, nem da Administração Central, que se limitam a dar umas ajudas pontuais, sempre com muita pompa e circunstância.

Temos sempre uns comandantes operacionais e uns responsáveis da Protecção Civil, com as suas fatiotas todas pipis a debitar banalidades, sem nunca sujar as mãos, e pior que tudo, sem perceber patavina do que estão a dizer. Não conhecem o terreno, não percebem de combate a incêndios, não conhecem os operacionais, mas comandam tudo, sempre em postos de comando onde recebem a imprensa, que lhes garante o emprego.

Portugal no seu pior, neste querido mês de Agosto...


4 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Como sempre que vou de férias deixo o pc em casa, não vejo TV nem compro jornais. Voltei hoje e estou horrorizada. Mesmo sabendo que os incêndios em Agosto são fatais como o destino, não esperava este horror.
Um abraço

LopesCa Blog disse...

Horrível :(
Como é possível por uns cobres porem tudo a arder e não se consegue apagar
Blog LopesCa | Facebook

Mar Arável disse...

Os fogos apagam-se
com contra-fogos

Anónimo disse...

Terrorismo ou negocio .................

vídeo recente



http://www.tvi24.iol.pt/internacional/espanha/espanhol-gravou-momento-em-que-grupo-ateia-fogo#cxrecs_s