terça-feira, fevereiro 02, 2016

O DESCRÉDITO DA POLÍTICA



Após cada acto eleitoral ouvimos falar da abstenção, atribuem-se responsabilidades ao tempo, ao cansaço e sei lá mais ao quê, mas sabemos todos que o alheamento dos eleitores tem mais que ver com a qualidade dos políticos e das políticas que implementam do que tudo o resto.

Os exemplos do que corre mal por causa das más decisões políticas são mais do que muitos e não é difícil encontrar alguns a cada dia na nossa imprensa.

Hoje fala-se nos aumentos brutais nos salários de gestores da coisa pública, e logo aparece quem se desculpe com a imposição da troika, outros manifestam desconhecimento, e parece que tudo vai ficar assim mesmo.

Outra notícia diz que um milhão de portugueses trabalham mais de 40 horas semanais, e que a OIT afirma que, Portugal aparece no grupo de países europeus em que as mudanças nos acordos coletivos nas últimas décadas provocaram não apenas o prolongamento dos turnos, do trabalho à noite e do trabalho temporário, mas também o fenómeno das horas de trabalho “irregulares”, mas PSD, CDS e PS lavam as mãos de tudo isto, parecendo que as culpas são dos marcianos.

A Europa todo-poderosa permitiu que Passos Coelho aumentasse o défice público, desde que os cidadãos em geral vissem os rendimentos do trabalho muito diminuídos, e agora não permite o alívio da austeridade, alegando que isso será inviável devido aos compromissos europeus. Os compromissos europeus são encarados diferentemente quando se trate de Portugal ou da França e da Dinamarca, ou quando existem governos com o apoio da esquerda ou claramente de direita.

Portugal está refém de maus políticos, de partidos que partilham o poder e abafam qualquer intervenção política não enquadrada pelos partidos já existentes. Estamos também reféns do poder de Bruxelas, para quem os cidadãos nacionais e a sua vontade pouco contam. Somos também reféns do poder económico, a que tudo se subordina, ainda que sempre escudados na pessoa dos políticos que colocam interesses pessoais acima dos interesses dos cidadãos e do próprio país.


Sol by Palaciano

4 comentários:

Anónimo disse...

Atenção o senhor mentiras já está a montar a teia outra vez


https://www.youtube.com/watch?v=4dxMx53pjbU

LopesCa Blog disse...

pois :(


Blog LopesCa/Facebook 

Anónimo disse...

CRIME OU ABUSO DO PODER ?!


http://www.cmjornal.xl.pt/exclusivos/detalhe/estado_da_90_milhoes_ao_banco_de_relvas.html

Anónimo disse...

Com maus políticos no poder não admira que o povo se alheie, pelo menos até rebentar...
lol

AnarKa