sexta-feira, julho 17, 2009

RAPIDINHAS

Gripe A – Como eu supunha, as vacinas para a gripe suína não vão ser ministradas a todos, como medida de prevenção, mas apenas aos grupos definidos administrativamente pelo Ministério da Saúde. O omnisciente ministério e os seus dirigentes actuam na saúde como os militares numa guerra, considerando que há danos colaterais que têm que ser assumidos como indispensáveis para uma vitória. Uma vacina é por definição um meio preventivo contra uma potencial ameaça e não um remédio que cura uma doença, por isso um critério estabelecido a esta distância (5 meses) é um perfeito disparate mesmo usando apenas critérios lógicos, e sem considerar que ainda iremos atravessar todo o Outono e uma parte do Inverno, o que não é desprezível numa análise com base científica.

Jardim – O senhor Alberto João Jardim já nos habituou às suas tiradas humorísticas, quase todas de mau gosto, diga-se. A última é a intenção manifestada de proibir o comunismo na nossa lei fundamental, usando como analogia a proibição de ideologias fascistas. A argumentação é delirante, mas isso é irrelevante, agora a utilização do lema “é proibido proibir”, não fica bem na sua boca, porque nessa altura sabemos de que lado da barricada estava o senhor Alberto João. A memória é uma coisa lixada para os políticos!...




HenriCartoon



*** * ***


FOTOGRAFIA


Pipe Dreamer

Pipe Dreamer

7 comentários:

Ferreira-Pinto disse...

Eu ando cá desconfiado que se a história da pandemia for como é, quando chegarem as vacinas (lá para Dezembro de 2009 ou Janeiro de 2010, o que quer dizer lá para Fevereio), já metade do povo aqui na terrinha a apanhou!

Anónimo disse...

Primeiro somos quase todos infectados, depois o ministério da saúde disponibiliza as tão afamadas vacinas. Vale mesmo a pena tanta planificação e tantos estudos sobre prioridades?
Bjos da Sílvia

São disse...

A gripe dá lucros a quem? Porque há.de dar a alguém, de certeza, para todo este chinfrim!

Independência para a Madeira, ANTEONTEM!!!!

Bom fim de semana.

ana p roque disse...

Qualquer pandemia deve dar lucro e não é só a alguém,devem ser vários "alguéns".
1º começam por alarmar,depois dá em nada,lembram-se das "vacas loucas" :) a "gripe das galinhas" :)agora é a dos porcos.Qual será o bichano que se segue. :)Já para não falar das outras doenças,hepatite C etc.Chegou a um ponto que as pessoas quase não se tocavam,diziam bom dia a metros de distância.


tão lindo e triste o pipe.

Bfs
cumps

ana p roque disse...

Esquecia-me do Alberto João.
Mas,ainda lhe dão ouvidos?tempo perdido :)

Meg disse...

Amigo Zé,

Só hoje estou de regresso, depois da "gripe" no computador.

Da gripe já não sei que diga... foram comprados dois ou três milhões de vacinas... só???
Porquê???

Do "soba", já não digo nada... porta-se como tal, talvez até pior.

Hoje, com pressa, deixo-te

um abraço

elvira carvalho disse...

Cá em casa, os dois costumamos levar a vacina contra a Influenza, pois os dois estamos no grupo de risco. Costumamos levar a vacina em Outubro. Este ano nem sei como vai ser. Se temos que levar essa, se a outra. Felizmente que tenho consulta no inicio de Outubro e aí o médico deve esclarecer-me.
Quanto ao Alberto João, o homem é assim mesmo o que havemos de fazer?
Também se não fosse ele a politica portuguesa era uma tragédia. Assim sempre temos alguns momentos de comédia.
Um abraço e tudo de bom