quarta-feira, fevereiro 04, 2009

QUESTÕES DE OPORTUNIDADE

Numa ocasião em que o desemprego atinge proporções alarmantes em Portugal, é difícil de engolir algumas propostas deste Governo. Uma proposta verdadeiramente indecente é a do convite aos professores reformados para fazerem trabalho voluntário e não remunerado nas escolas.

A memória nos políticos não é reconhecidamente uma qualidade pela qual eles sejam admirados, mas todos nós lemos muito recentemente que entre os funcionários públicos que pediram reformas, a profissão que mais tinha recorrido a este pedido tinha sido precisamente a dos professores. O motivo mais invocado foi precisamente a discordância com a política educativa deste executivo, e mesmo com as penalizações agravadas nos últimos anos, a decisão pendeu em muitos casos para a reforma, mesmo que antecipada.

Quem se lembraria numa ocasião em que o desemprego é uma ameaça que a todos assusta, vir a propor a reformados que venham a desempenhar funções a título gratuito, diminuindo assim as oportunidades para os que estão já no desemprego?

Por vezes pergunto-me se os políticos que nos (des) governam vivem no mesmo planeta que os restantes portugueses, ou se se trata mesmo da falta de qualidade a que muitos aludem, e que os ditos fazem questão de demonstrar com a sua acção.



*** * ***
FOTOGRAFIA 3D
Airbike10 by GriXa

Airbike04 by GriXa

*** * ***
CARTOON
Derkaoui
Calrlos Latuff

Calrlos Latuff

12 comentários:

Cata-Vento disse...

Subscrevo por inteiro o que aqui escreveste.Num momento gravíssimo, a braços com uma crise estrutural que vai obrigar à tomada de medidas urgentes para evitar a subida da taxa de desemprego, para evitar males maiores que lhe são subjacentes,eis que aparece uma ideia " luminosa" nascida em terras da Lusitânia.
Bem-hajas!
Um abraço

A. João Soares disse...

Caro Zé,
As considerações contidas no texto são de uma lógica cristalina. Mas dos nossos políticos não se pode esperar lógica, racionalidade, memória, coerência, bom senso.
Eles são aquilo que mostram ser, a cada intervenção a cada sinal de vida. A ideia que deixam aos observadores é o oposto ao que, certamente, desejariam mostrar.
Deviam analisar com cuidado os conselhos que lhes são dados em
Pensar antes de decidir
Um abraço
João Soares

Anónimo disse...

Somos governados por criaturas estranhas, bizarras mesmo, mas nunca aliens. Criaturas que são o expoente máximo da estupidez, pelo menos que respeita a decidir a bem do colectivo.
Lol

AnarKa

A. João Soares disse...

Amigo Zé,
Gosto de encontrar discrepâncias, incongruências, contradições vindas da mesma origem. Esta sua está muito bem observada e não resisti a transcrever para o Do Miradouro, a fim de aumentar a visibilidade deste post.
Veja no seguinte endereço
http://domirante.blogspot.com/2009/02/criar-emprego-ou-empregar-reformados.html.
Um abraço
João Soares

Anónimo disse...

Os nossos políticos são um exemplo do mecenato... mais valia estarem calados.
Bjos da Sílvia

Pata Negra disse...

Interessante seria que mediatismo da "medidazinha à la PS" fosse igualado na hora de medir os resultados: por cada professor que adira eu corto um dedo! Não vale ser a OCDE a fazer a avaliação!
Um abraço comovido.
A proposta do Fliscorno: voluntariado de todos os reformados da política!

Zé Povinho disse...

Meus caros
Já comecei a contabilizar, de cabeça que não sou contabilista, a poupança que o país vai fazer com o mecenato que os políticos pretendem fazer este ano, abdicando do subsídio de férias e do 13º mês. Parece-me que os desempregados ficam com os subsídios garantidos por mais um ano.
Vivam aquelas alminhas sempre prontas para o voluntariado!...
Abraço mentiroso do Zé

José Miguel Gomes disse...

Questões de oportunidade e oportunismos...
Excelentes cartoons, como sempre...

Maria disse...

Estes Romanos são doidos!! alguma vez os profs aposentados que fugiram a 7pés deste ME vão querer trab e voluntariamente p eles???!!
é preciso ser arrogante e não ter ideia nenhuma da reaalidade!!

Adorei o protótipo de avião :-)
e os cartoons são mt bons!

Bjs

Papoila disse...

Querido Zé Povinho:
Uma crónica que coloca o problema da crise tal como ele devia ser entendido por quem nos governa, que infelizmente Zé, demonstra mais uma vez a "aludida" falta de qualidade... para uma tal proposta mais que indecente.
Beijos

Templo do Giraldo disse...

Ora viva amigo boa tarde. Depois de algum tempo de ausência da minha parte passei por aqui a deixar um abraço fraterno, e dizer que que ando "por ai" mas sempre atento as novidades aqui do teu espaço.

SAUDAÇÕES.

Linda Simões disse...

Olá,

aqui no Brasil chamam de "Amigos da Escola" os que "ajudam" sem fins lucrativos...Até aparecem na Tv artistas influenciando essa amizade,com apoio do Governo,claro!

Gostei do seu Blog,virei sempre visitá-lo.