terça-feira, julho 01, 2008

ROSAS ESPINHOSAS

Nós vivemos num país onde a economia e o défice estão perfeitamente controlados, segundo dizem os nossos excelsos governantes, e onde as críticas à governação são apenas má-língua e manipulação da oposição.

As rosas têm naturalmente espinhos, e vivemos numa Europa onde a inflação atingiu os 4%, exactamente o dobro do que estava previsto, mas neste roseiral aninhado junto ao Atlântico, temos uma inflação de apenas 2,6%, segundo nos informam os responsáveis pela coisa pública. Nem me importa saber a que cabaz corresponde tal número fantasioso, porque nas minhas parcas finanças, onde contabilizo criteriosamente cada euro ganho, a inflação vai muito próxima dos dois dígitos, e eu até nem sou dado a luxos, levo uma vida bem pacata e caseira.

A gasolina e o gasóleo sobem sem cessar, mas congelam-se os preços dos passes em alguns locais, subindo os preços dos bilhetes de comboio, de eléctrico, de autocarro e de metro, bem como os táxis, ao mesmo tempo que se espera que os cidadãos adiram aos transportes públicos. Tem lógica tudo isto, ou será que sou eu que não atinjo este patamar de sapiência?

Os salários não podem aumentar, por causa da maldita inflação, mas tudo o resto pode. É uma heresia dizer que há mais pobreza, ainda que cada vez mais gente recorra a ajudas mesmo do tipo alimentar, e também há mais créditos incobráveis, mas trata-se apenas de despesismo, está claro. Devo estar mesmo a precisar de algum tratamento oftalmológico, espero que o senhor presidente da câmara esteja disposto a fazer um acordo com o governo cubano, para ver se me trato, porque a Saúde encareceu 12%, segundo dados do INE, e o meu vencimento foi actualizado em apenas 2,1%.

*** * ***
FOTOGRAFIA
Paradise by Lilyas

Dryad by Lilyas

*** * ***
CARTOON
Patrick Chappatte

Tab (Thomas Boldt)

11 comentários:

Marreta disse...

Bem resumida a situação em que este país se encontra, isto apesar de discursos populistas para mentecaptos, tentando iludir aquilo que é perfeitamente palpável e real para qualquer cidadão comum.
Apesar de tudo, este país está cheio de incautos permeáveis a lavagens cerebrais e marktings políticos que reconduzirão no poder os mesmos responsáveis por estas maravilhosas políticas.
Saudações do Marreta.

C Valente disse...

Amigo estamos em sintonia, tambem escrevi um artigo que espelha um pouco este país
Saudações amigas, e mesmo no trabalho e numa prequena pausa se pode tomar uma Piña colada sem alcool

Sophiamar disse...

Um post de uma pessoa clarividente como sempre tens sido. O problema oftalmológico não é teu amigo.´Tu de nada padeces e dispões de uma capacidade de análise que muito aprecio. E de síntese.

Beijinhos

Papoila disse...

Querido Zé Povinho:
O problema não está nos óculos está mesmo no desgoverno destas rosas espinhosas.
Belíssimas as fotos!
Beijos

Pata Negra disse...

Rir só para não ter de morder!
Estamos na fase de rir à gargalhada do teatro que nos montaram mas não tarda temos de começar a mandar tomates para o palco!
Um abraço por enquanto a rir

Belzebu disse...

Pois é meu caro Zé, até parece que vivemos uma crise virtual, tal a cara de pau dos nossos governantes e a argumentação que utilizam para nos tentar enganar! Se o povo é supostamente sereno, não é de todo parvo e só espero que o demonstre na primeira oportunidade!

Aquele abraço infernal!

Anónimo disse...

2,1% de aumento? Não é mau de todo, eu fiquei a chupar no dedo porque este ano não houve aumentos por estas bandas, que o director resolveu comprar uns popós novos para a gerência.
Fui
Joca

pikenatonta disse...

Simplesmente... adorei as fotos... :)

Anónimo disse...

De rosas só gosto de flores, e em verde nunca tinha visto. Lindas fotos.
Bjos da Sílvia

Odysseus disse...

O estado da nação está mau, o dos políticos pior e eles é que fazem o estado da nação.

Quanto ao cartoon do Mugabe, dá para abster?

Cumprimentos Zé

Zé Povinho disse...

Meu caro Odysseus
Votar em branco é que talvez seja considerado racismo, mas nem assim mudava o meu voto.
Abraço do Zé