domingo, dezembro 07, 2008

OPORTUNISMO

Depois de alguns meses de subidas de preço, e de forte especulação, eis-nos perante uma descida do preço das matérias-primas, motivado pela diminuição da procura. Isto podia ser uma boa notícia para todos nós, que agradecíamos uma descida proporcional nos produtos que consumimos.

A economia e alguns dos seus agentes porém, não partilham destes nossos justos anseios, e pretendem aumentar significativamente os seus proventos beneficiando ao máximo deste grande diferencial de preços, verificado em apenas poucos meses.

Todos sentimos a lentidão com que os combustíveis vão baixando nas bombas onde abastecemos, e mesmo assim porque existe muita pressão pública e muita contestação. Outros sectores, talvez porque a pressão pública e dos média não se verifica, continuam sem registar baixas de preços que reflictam a baixa das matérias-primas, e aqui temos produtos tão variados como o pão, as massas alimentares ou o gás que consumimos nas nossas casas.

Existe muito oportunismo em situações desta natureza, e muitos dos que não hesitaram em pedir o aumento das indemnizações compensatórias, quando os preços subiram em flecha, que justamente receberam, agora pretendem ignorar que os preços desceram e ainda pretendem aumentar os preços como se os seus custos não tivessem diminuído.

A Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários de Passageiros (ANTROP), recusa descer as tarifas dos transportes públicos, na sequência das baixas de preços dos combustíveis, exigindo mesmo que os aumentos do próximo ano sejam muito superiores à inflação. Se isto não é oportunismo e uma grande falta de consciência social, então não sei o que lhe possa chamar.

*** * ***
FOTOGRAFIA
Artphoto

Artphoto

*** * ***
CARTOON

7 comentários:

A. João Soares disse...

Caro Zé,
Não lhe chamo oportunismo, mas ambição desonesta de lucros com a exploração do consumidor, um roubo descarado de quem não tem quem o defenda da ganância desonesta. Quando os custos de produção subiram era aceitável que os preços subissem e, contra isso, os consumidores não reclamaram. Mas, agora que os custos desceram, não hã justificação para que os preços não desçam na mesma proporção.
Como a economia não está segura, mantêm os preços para evitar terem de os aumentar novamente daqui a algum tempo, dirão esses desonestos. Mas a realidade diz-nos que, se assim se mantiverem, quando houver um pequeno agravamento dos custos eles esquecem o logro que agora nos estão a pregar e voltarão a aumentar. Um roubo, a que o Estado não está a opor-se.
Pobre povo numa sociedade destas. O que dizem o PM e o PR???
Um abraço
João

Anónimo disse...

Oportunismo uma pinóia! Roubo descarado é que é.
Lol

AnarKa

Maria disse...

LOL...cartoons/desenhos muito elucidativos :-)


Abraços de Braga ;-)

elvira carvalho disse...

Oportunismo, desonetidade, vigarice pura.
Como os transportes e os passes, que subiram duas vezes num ano, por causa dos aumentos de combustível. Agora os combustíveis desceram, e os transportes, nada.
Um abraço e uma boa semana

polidor disse...

onde estão os organismos fiscalizadores? existe ou não razão para não acreditarmos em quem nos governa? claro que há razões para se ser céptico e condenar veemente...
abç

Anónimo disse...

Privatizaram os transportes públicos, não foi? Privados querem lucros e com um Estado que não regula coisa nenhuma é um maná para estes senhores, que ainda dizem que fazem serviço público.
Bjos da Sílvia

Anónimo disse...

o capitalismo se alimenta de fraudes, engodos ou farsas, quase sempre, tornando o, que antes era superfluo, nescessiddes prementes.