terça-feira, fevereiro 26, 2013

O CÚMULO DO CINISMO



Paulo Portas tem conseguido passar entre os pingos da chuva, com alguma habilidade e sobretudo com muita ausência, mas como sempre acontece, há um dia em que se molha a valer.

Veio há pouco a lume na imprensa online uma frase, que apesar de toda a habilidade política e comunicacional, deitou a estragar todo o seu esforço de passar incólume perante a opinião pública que critica o governo.

O CDS de Paulo Portas é afinal o parceiro do PSD no governo, pelo que é igualmente responsável pelo que é alvo de contestação popular, e que não é pouco. A frase a que me refiro foi dita relativamente aos parceiros europeus, e diz que o sacrifício dos portugueses no combate ao défice merece um “prémio”.

É preciso muita lata e igual dose de cinismo para vir pedir aos nossos parceiros europeus, um ministro do mesmo governo que desde que chegou ao poder mais não fez do que nos atirar com austeridade para cima. É preciso não ter vergonha falar em “prémio” quando o que o governo nos impõe, são mais cortes, menos direitos e mais austeridade.



2 comentários:

Jorge P.G disse...

Portas mais não quis do que "passar a mão pelo pêlo" aos cidadãos que têm sido espoliados.
Populista como é, sabe que com essas palavras vai adocicar a adversidade contra o Governo junto de algumas franjas da população.
Enquanto outros governantes inábeis nos chamaram piegas e/ou nos mandaram emigrar, Portas serviu-se agora, e mais uma vez, da sua técnica de populista.
Só o compra quem quer. Eu, não.

Anónimo disse...

Populismo é a imagem de marca da Catherine, perdão, do Portas...
Bjos da Sílvia