quarta-feira, agosto 03, 2011

APOGEU E DECADÊNCIA

Há muitos anos passei por estas termas, estavam elas no seu auge, e pude assistir a um tipo de vida que era partilhado por gente com que eu nada tinha em comum.

Desloquei-me aqui para acompanhar uma tia já bastante idosa, que necessitava de tratamento termal, mas acabei por ver que eram muitos os que aqui estavam apenas porque era fino, e porque o lugar estava na moda.

Passados estes anos todos, o lugar é uma sombra do que já foi, e de dentro deste mesmo edifício vi sair ciclistas montados nas suas máquinas, trajados a rigor, mas não de casaco e gravata, ou laço, mas equipados com fatos de desporto.

O tempo passa sobre nós e as modas de hoje são outras. O passado esplendoroso, com as suas vestimentas finas e rebuscadas deram lugar à decadência e ao abandono, duma estância termal com a qual me cruzei por mero acaso, numa época da minha vida.


FOTOGRAFIA


CARTOON

3 comentários:

Anónimo disse...

O país está decadente, a Europa está decadente, o capitalismo está decadente...
Lol

AnarKa

elvira carvalho disse...

Nem todas as termas estão decadentes.
Algumas estão bem e recomendam-se. Agra o fato e gravata é que desapareceu. Agora só se usa este traje para ir para o céu, que é como quem diz quando se morre.
Um abraço

maceta disse...

Caro Zé

acho que debandaram para a Quinta do Lago...