sábado, setembro 20, 2008

TAXPAYERS MONEY

Esta é uma das expressões mais usadas nos últimos dias em blogues dos Estados Unidos, a propósito das injecções massivas de dinheiro pela Reserva Federal para salvar as grandes empresas. Na realidade a nacionalização de grandes bancos, ficando o Estado detentor das suas acções, na totalidade ou pelo menos da grande maioria, era ainda há poucos dias uma hipótese que seria descartada por qualquer analista económico.

Muitos, lá pelas terras do Tio Sam, perguntam-se onde param os “grandes gestores” das maiores sociedades financeiras agora em autêntica falência, e que durante os últimos anos arrecadaram prémios de gestão verdadeiramente escandalosos, enchendo também os bolsos dos grandes accionistas, que lá os tinham colocado. É que uns e outros, encheram os bolsos, com malabarismos especulativos, e agora quando as coisas deram para o torto, é com o dinheiro de “todos” os contribuintes que se está a cobrir “o buraco financeiro” que tão brilhantes gestões e lucros astronómicos causaram nas empresas.

Até num país tão liberal como os Estados Unidos, é difícil de engolir que sejam todos a pagar a especulação que alguns fizeram durante anos, arrecadando assim muitos milhões, e agora saiam a assobiar com as mãos nos bolsos, numa impunidade verdadeiramente vergonhosa.

Só por curiosidade, por cá também é assim que as coisas se passam, com injecções de muitos milhões de euros pelo Banco Europeu, isto sem falar nos aumentos de juros cobrados pelos bancos, porque como dizia ontem António Perez Metelo «os bancos centrais dos países ricos não deixarão que falte dinheiro às instituições financeiras».

O dinheiro dos contribuintes, pois claro! Agora adivinhem lá, quem neste mundo que é tudo menos justo, quem vai ganhar balúrdios comprando ao preço da uva mijona, as acções que se vão fortalecer à custa do dinheiro de todos nós? Sim, acertaram, serão os mesmos que já tinham arrecadado horrores com a actividade especulativa que nos levou à actual crise dos mercados. Edificante, não acham?

PS . As imagens abaixo são retiradas da net, e o 1º título é copiado do DN de 19 Set, enquanto o 2º é uma adaptação livre do Zé de acordo com os "bonecos" escolhidos.


*** * ***
RICOS CARROS PARA PESSOAS RICAS
Mais lento que o jacto, mas mais rápido que o iate

Para impressionar as "garinas"
*** * ***
POBRES CARROS PARA PESSOAS POBRES
Este para um passeio

Este para trabalho

*** * ***
APESAR DE TUDO ISTO
TENHAM UM BOM FIM-DE-SEMANA

10 comentários:

ANTONIO DELGADO disse...

DE facto essa de seis brancos centrais, tentarem apaziguar a crise tem muito que dizer.

Nunca entendi engenharias financeiras e sobretudo quando elas são para surripar o dinheiro de todos nós.

Um abraço
António Delgado

Jorge P.G disse...

E assim se vão cavando assimetrias e aumentando os fenómenos de insurreição social por sua vez incubadoras do banditismo internacional.

Um abraço do Sineiro.

Anónimo disse...

Liberais com o dinheiro dos outros, capitalistas sempre que cheire a lucro. Os Vampiros deste Cabaret da vida.
Lol

AnarKa

Deusa Odoyá disse...

Olá meu estimado amigo;
Vim desejar um final de semana com muita paz e luz em seus caminhos.
beijos da amiga.

Regina Coeli.

Te aguardo em meu cantinho.

Pata Negra disse...

Parece-me que o capitalismo tem os dias contados, pena que os capitalistas não os tenham também!
Enquanto os pobres tiverem admiração e reverência para com os ricos os capitalistas manter-se-ão no poder: salvarão bancos e empresas em nome dos pobres, aprovarão novos códigos de trabalho e retirarão direitos aos mais mais vulneráveis, pregarão a doutrina de que o trabalho e a criação de riqueza são as razões da nossa efémera existência.
Um abraço revolucionário

C Valente disse...

Aqui está o capitalismo selvagem em todo o seu explendor, e a prova de que não á banqueiros honestos
Saudações amigas

Sophiamar disse...

Não me parece que o sistema capitalista alguma vez venha a morrer mas que está muito doente tenho a certeza. Algum anjo salvador aparecerá com os milhões suficientes para lhe injectar.Mas o Zé continuará na mó de baixo. Quase triturado. Eu sei quanto padeces/padecemos.

Acreditemos pois que não há maleita que sempre dure.

Beijinhos

Anónimo disse...

Lindinho
O Zé nasceu para sofrer e ser explorado. Gostei dos popós para pobres, muito mais giros que os gulosos dos tubarões.
Bjos da Sílvia

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Zé, um bom Domingo, beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Anónimo disse...

O capitalismo tb está a vergar, pois falando com operadoras de cxa, elas dizem k estão praticamente sem pessoal para atender, actualmente os lucros estão nulos...vão-se aguentado pois as fortunas continuam bem guardadas.Quem apenas vive do seu salário nunca passará da sêpa torta, infelizmente ñ nascemos em berços de ouro.Qd a vida corre mal a uns corre-nos a todos, mas o zé da alcôfa será sempre o mais prejudicado. São todos uns mentirosos e uns corruptos, vejamos Angola um país riquissímo tem tudo para melhorar o bem estar do seu povo, mas o ke nós vimos? Apenas desgraças por lá, o mal está espalhado por todo o lado.Sab.ñ abastecer o seu carro, Galp e Cª Lda. tb teem perdido mtas pessoas já largaram o carro, outros vão se abastecer a Espanha.Chegue até nós um Deus k nos acudaaaaaaaa!!! Um abraço descontente.