sexta-feira, agosto 28, 2015

O TURISMO E O EMPREGO



O grande aumento das actividades relacionadas com o turismo, que foi uma bandeira deste governo quando fala de emprego, é afinal caso que devia ser bem estudado, porque a qualidade do emprego criado é sobretudo precária.

Nos hotéis, nos restaurantes, em todas as actividades em redor do turismo e da cultura, já se tornou habitual ver, de Maio a Outubro, jovens e menos jovens a desemprenhar as mais diversas funções, auferindo muitas vezes baixos salários e sem quaisquer direitos, porque “a necessidade assim obriga”.

A qualidade do emprego é péssima, a qualidade do serviço ressente-se em muitos casos, e nem a natural simpatia dos portugueses se consegue sobrepor à ganância de boa parte do empresariado.

Compreende-se a sazonalidade de muito deste emprego, mas não se pode tolerar o emprego sem direitos, mas tem sido isso que os últimos governos têm vindo a consentir e incentivar, com a desregulação do mercado de trabalho.



4 comentários:

Anónimo disse...

Há muito patrão guloso e sem escrúpulos.
Bjo da Sílvia

Anónimo disse...

O QUE EU DIGO É QUE ESTE DESGOVERNO SÓ AJUDA OS EMPRESARIOS RICOS POR ESSA RAZÃO +E QUE O DESEMPREGO AUMENTOU APESAR DE FAZEREM QUERER QUE É AO CONTRARIO AS LEIS CONTRA OS TRABALHADORES TEM QUE TERMINAR PARA REDUZIR O TAL DESEMPREGO PORQUE OS ENPRESARIOS JOCAM COM ESTAS LEIS E DESPEDEM SEM RAZÃO QUALQUER TRABALHADOR QUE GANHA MAIS QUE O ORDENADO MINIMO ,SÃO UNS FACISTAS SEM DIGNIDADE NENHUMA AJUDADAS POR OUTROS FASCISTAS DO GOVERNO E MAIS NÃO DOGO !!!

Anónimo disse...

https://eucanhoto.wordpress.com/2015/08/29/paulo-rangel-faz-de-procuradores-e-juizes-paus-mandados-do-governo-que-estiver-em-funcoes/

Anónimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=1El2GwcF9c8