sábado, maio 06, 2017

CONTRA A CORRENTE

Numa altura em que se discutem aumentos salariais, descongelamento de carreira e de escalões na função pública, talvez seja útil ter uma opinião, mesmo que seja bastante contra a corrente habitual.

As disparidades salariais em Portugal são enormes, para não dizer escandalosas, e quando falamos do descongelamento dos escalões e dos aumentos salariais, normalmente temos implícitas regras percentuais, e na prática isso significa que os que mais ganham terão também aumentos mais substanciais.

Quando se discutem aumentos na base percentual estamos a propor um aumento das disparidades salariais, o que não acho que seja justo na situação actual, porque se o custo de vida aumenta, os produtos essenciais aumentam, aumentam para todos de igual modo, e não em função do salário auferido.

Um governo das esquerdas, como este gosta de se autointitular, devia equacionar aumentos iguais para todos os seus trabalhadores, porque se 100 euros são suficientes para um assistente operacional, também são suficientes para os técnicos superiores, para os deputados e demais servidores públicos.


A Justiça não tem regras percentuais, meus amigos, e se advogam aumentos justos, então vamos a isso, na prática.   

1 comentário:

Best Amazon sale disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.