sexta-feira, outubro 17, 2014

A TOLICE PINTADA DE VERDE

A peregrina ideia dos impostos verdes é um verdadeiro insulto à nossa inteligência, porque como se sabe o governo apenas pretende arrecadar uns cobres taxando algo que sabe que é muito usado e portanto pode render uns bons milhões.

Podem-me dizer que se podem usar sacos de papel, como nos States, ou então uns sacos de pano, como aqueles que se usavam para o pão, nos bons velhos tempos.

São tudo falácias, porque se fossem usados sacos de papel diziam que era necessária uma taxa para a reflorestação, e com os de pano outra razão seria inventada, como a dos inconvenientes da sua lavagem para o ambiente.

Se o uso irresponsável dos sacos de plástico, existe por parte de quem não sabe ou quer reciclar o lixo que produz deve ser punido, será que o hábito responsável de reciclar não merece ser recompensado? 

Afinal há quem lucre com o lixo que produzimos, e ainda mais com o que já vai devidamente separado para ser reciclado, mas quem é consciencioso paga pelo lixo que gera e pelos danos ambientais dos irresponsáveis, e pelas empresas que colocam o seu lixo em aterros sanitários.

A conclusão a tirar sobre esta fúria em taxar, é que perante este governo os cidadãos são todos os inconscientes e portanto devem pagar todos por essa inconsciência. Elementar, meus caros...
  

4 comentários:

Anónimo disse...

PORTUGAL NO SEU MELHOR

http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=4185980

Mar Arável disse...

Na verdade

Anónimo disse...

COELHO BRAVO ESTÁ DESAPARECER DE PORTUGAL ,OS PORTUGUESES TEM MESMO AZAR ,O MANSO NÁO HÁ MANEIRA DE DESAPARECER

http://www.noticiasaominuto.com/pais/292338/virus-hemorragico-esta-a-acabar-com-coelho-bravo-em-portugal

Elvira Carvalho disse...

Sorte que para o ano há eleições e tenho esperança de que este governo faça as malas. Porque se eles ficam lá mais quatro anos, ainda vamos pagar imposto pelo ar que respiramos.
Um abraço e bom fim de semana