quinta-feira, abril 24, 2014

BINGO



Muitos de nós achamos que é quase impossível ouvir uma verdade da boca de Passos Coelho, tal o número de “inverdades” com que ele nos tem brindado, mas tal como acontece com os relógios estragados, que marcam a hora certa duas vezes por dia, também o 1º ministro, por vezes acerta uma.

A afirmação de que «não se deve esfolar um coelho antes de o caçar» é absolutamente verdadeira, e nem levo em conta o que acrescentou, «e eu que estou aqui e sou Coelho, não gostaria de ser caçado…».

É também verdade que foi caçado em coisas que lhe não são favoráveis logo em seguida, porque confessou estar comprometido com a troika em flexibilizar as regras da contratação colectiva, a que chamou «dinamização da contratação colectiva», sem nunca o ter anunciado antes aos portugueses.

Não menos grave foi dizer que se paga hoje menos pelos encargos da dívida do que em 2011, quando os dados mais recentes apontam até para um aumento, no 1º trimestre, dos juros em 19% relativamente aos do ano anterior.

Passos Coelho é frequentemente caçado pela realidade, e será, não esfolado certamente, mas desmascarado mais vezes.


4 comentários:

Anónimo disse...

Um aldrabão sem emenda
Lol

AnarKa

O Puma disse...

Em MAIO

recriar os cravos

O Puma disse...

Em MAIO

recriar os cravos

O Puma disse...

Em MAIO

recriar os cravos