terça-feira, outubro 22, 2013

OS CUSTOS DO RESPEITO PELA CONSTITUIÇÃO



Já não levo a sério o Presidente da República Portuguesa, Cavaco Silva, em assuntos que se prendem com o respeito pela Constituição Portuguesa, e a gota de água no que respeita a esta afirmação tem que ver com a sua afirmação de que a fiscalização preventiva pode ter elevados custos.

Todos sabemos que a Democracia tem custos, desde os das eleições, aos custos que tem um Governo, a Assembleia da República, os autarcas, etc. A alternativa sem custos seria porventura a anarquia, mas mesmo assim existiria uma factura a pagar, à posteriori.

A instituição Presidência da República é a responsável pelo funcionamento de todas as instituições Democráticas, e como tal o titular do cargo é responsável pelo respeito escrupuloso pela Constituição, que jurou defender.

Não é defensável nem razoável que o Presidente de exima de suscitar a fiscalização preventiva em caso de dúvida, e depois venha a suscitar a fiscalização sucessiva logo após a sua aprovação.



5 comentários:

Anónimo disse...

AGORA É QUE VAI SER UM BOM NEGOCIO E VAI ALGUNS PAISES DA "CRISE " ABRIR FABRICAS DE BENGALAS ...

http://economico.sapo.pt/noticias/patroes-querem-idade-da-reforma-nos-70-anos_179881.html

O Puma disse...

Este presidente
não cumpre o que jurou
é um tartufo

Anónimo disse...

http://www.noticiasaominuto.com/economia/120035/discurso-de-eduardo-dos-santos-mostrou-corrupcao-em-angola#.UmW2E9tdZjo

Gilberto Fernandes Teixeira Teixeira disse...

Esse coehho existe ou é photoshop? Quanto ao "Presidente" nada mais lhe repõe o brio...

Anónimo disse...

O photoshop do coelho está 5 estrelas...
Bjos da Sílvia