sábado, outubro 05, 2013

MINISTRO INDESEJÁVEL



Ainda que a mentira se tenha tornado corriqueira na política nacional, há limites que não se podem ultrapassar.

Rui Machete, o tal das incorrecções factuais, decidiu agora pedir desculpa por investigação a figuras do regime angolano, no desempenho das suas funções de ministro dos Negócios Estrangeiros, desvalorizando o caso, dando a entender que se trata apenas do preenchimento de formulários e burocracias.

Neste caso já não estamos a falar da vida pessoal do agora ministro mas sim de assuntos de Estado, relativamente a cidadãos de outro país também eles com funções de Estado, e de assuntos da alçada dos tribunais, que como se sabe são independentes do poder político.

Não se trata de uma simples argolada do ministro, mas sim dum incidente lamentável que coloca em causa a independência dos tribunais e dum pedido de desculpa simplesmente patético e incompreensível.

Como o ministro não colocou o lugar à disposição logo que se conheceram os contornos deste episódio, não sei se Passos Coelho vai admitir que fez mais uma má escolha, e também não creio que Cavaco Silva exija a demissão dum ministro que envergonha o país, deixo aqui o meu público repúdio.



5 comentários:

Anónimo disse...

Obviamente demito-o!
Lol

AnarKa

São disse...

Machete nem deveria ter entrado.

Uma vergonha o artigo publicado num jornal angolano sobre Portugal, por causa desta criatura que até fez parte do escritório de advogados que defesa dos suspeitos angolanos.

Mas com o reformado de Boliqueime a proteger até à insanudade esta bando que (ainda ) está no Poder, tudo se espera!

Tudo de bom

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=fGxv0xA60Fg&feature=related

Anónimo disse...

ISTO SÓ EM PORTUGAL E COM ESTE GOVERNO FASCISTA !!!


http://www.noticiasaominuto.com/ultima-hora/113274/corte-nas-pensoes-de-viuvez-compensa-borla-fiscal-para-grandes-empresas-be#.UlHkk9tdZjp

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=pJrtNwD_r_0&feature=related