quinta-feira, outubro 24, 2013

INIMIGO PÚBLICO



Devia começar este post dizendo que a mim, Passos Coelho nunca me enganou, porque tenho a certeza absoluta de que terá enganado muitos dos que nele votaram.

Foi curiosa a afirmação, ainda que irreflectida, de Passos Coelho ao dizer “eu não tenho amigos”.

Ao ser acusado de favorecer os grandes grupos económicos em detrimento dos cidadãos, a propósito dos muitos sacrifícios a estes exigidos, versus os benefícios fiscais dos primeiros, terá tentado negar, mas não foi feliz na escolha das palavras.

A realidade porém, é dura para com Passos Coelho, e é correcto afirmar-se que “ele tem mais inimigos do que amigos”, e tudo tem feito para que isso seja uma verdade incontestável.


1 comentário:

Gilberto Fernandes Teixeira Teixeira disse...

Que os seus inimigos o caçem e os seus amigos o enterre...