segunda-feira, abril 22, 2013

UMA UTILIDADE DO PAPEL HIGIÉNICO

Hoje venho aqui fazer a apologia do papel higiénico e da originalidade dos portugueses. Não se trata do papel higiénico colorido, que já está mais do que visto, mas sim da sua utilidadepara quem é criativo.

A ideia de um jovem português, nos Estados Unidos, veio na sequência de desejar encontrar um emprego estável, que como se sabe é uma quase impossibilidade por cá.

Nuno Fonseca, o tal português de Felgueiras, imprimiu o seu currículo em papela higiénico e enviou-o para 20 empresas dos Estados Unidos, gastando assim os mil euros que tinha ganho até aí. Segundo o próprio, na primeira folha ia escrito: «Por favor, antes de limpar o rabo na minha cara leia o meu currículo».

O irreverente jovem português deixou na sua página do Facebook a seguinte mensagem: «Se achas que já viste currículos originais dá uma olhadela no meu. Se gostaste, partilha e ajuda-me a ser promovido de limpador de cus a copywriter».

Ainda há quem duvide do espírito inovador e da capacidade dos portugueses? 


3 comentários:

São disse...

Se RElvas ainda estivesse no Governo este jovem teria emprego garantido, já que foi no youtube que ele recrutou Miguel Gonçalves, o alienado das pipocas...

Um abraço

Jorge P.G disse...

Isto sim, é empreendedorismo!

um abraço.

Jorge P.G disse...

Isto sim, é empreendedorismo!

um abraço.