segunda-feira, junho 04, 2012

O DESEMPREGO E OS ABUTRES

Quando as políticas de austeridade extrema conduzem o país ao aumento do desemprego, sem que se veja no horizonte qualquer sinal de inversão deste fenómeno, logo aparecem os que dizem ter soluções milagrosas para o problema sem alterarem as políticas a que se dizem empenhados. 

O governo, e muito em especial o ministro Santos Pereira, um profundo ignorante da realidade nacional, estão prestes a tornar pública uma iniciativa que dizem ser benéfica para a nossa juventude, que se traduz na redução da TSU para os salários mais baixos. 

O aproveitamento da mão-de-obra barata já mereceu o apoio da CIP, e do seu “vampiro nº1”, António Saraiva, pois de uma só cajadada pensa poder obter gente altamente qualificada pagando apenas o salário mínimo, e mesmo assim ver reduzida a TSU. 

A política de baixos salários faz o seu caminho com o beneplácito do governo de Passos Coelho e com a assinatura de Cavaco Silva. Os trabalhadores vêem assim desvalorizado o factor trabalho, e a Segurança Social fica cada vez mais depauperada, abrindo assim o caminho às seguradoras, como está bem à vista de todos.

CARTOON

4 comentários:

Anónimo disse...

Um país a pedir uma revolução a sério...
Lol

AnarKa

Metalurgia das letras disse...

Estão a tatuar a porca, para disfarçar as trapaças...

zeparafuso disse...

Há alguém no (des)governo, que não seja ignorante da realidade nacional? Estes senhores só tomariam conhecimento da realidade se a crise lhes batesse à porta. Para isso era preciso, não terem outra fonte de rendimento e, viverem com 485€/mês!!!
Abraço do Zé (o outro)

Pata Negra disse...

Descem-lhes o TSU para eles poderem praticar as caridade. O Belmiro incontinente vai oferecer pequenos almoços às criancinhas!
Este porco ainda um dia vai parar à minha pocilga!
Um abraço com uma grande tsu para ai que ia sair asneira