segunda-feira, maio 07, 2012

A POLÍTICA E A SEMÂNTICA

A política em Portugal está conotada com o exercício da mentira, porque na verdade o poder político tem sistematicamente mentido aos cidadãos nestas últimas dezenas de anos. 

Passos Coelho apresentou-se ao eleitorado com o discurso da verdade, dizendo que dizer a verdade aos portugueses ia ser o seu modo de actuação. A realidade veio a demonstrar que a verdade para Passos Coelho era apenas um jogo de semântica, pois o que disse antes de ser eleito não foi o que fez logo que se encontrou no poder. 

Nestes últimos dias veio dizer que a política de salários baixos era uma política de empobrecimento, e ontem veio defender que falar de crescimento sem austeridade é um jogo de semântica. 

Com problemas de semântica ou sem eles, a verdade é que com os aumentos de impostos e com os cortes dos subsídios, este 1º ministro baixou efectivamente os salários e pensões dos portugueses, e também é verdade que ouvir da boca dele a palavra crescimento é incoerente porque até ao presente nada fez nesse sentido, antes pelo contrário. 

Porque a memória por vezes nos atraiçoa e porque alguém se deu ao trabalho de registar as intervenções de Passos Coelho ao longo dos últimos anos, deixo-vos aqui um conjunto de declarações do próprio que ficaram registadas. São declarações reais sem o recurso a comentários ou erros de semântica.

VÍDEO


CARTOON
Austeridade

2 comentários:

Anónimo disse...

Sem qualquer problema semântico esse Coelho é um grande aldrabão, maior ainda que o filósofo que o antecedeu.
Lol

AnarKa

Metalurgia das letras disse...

Este politicos são camaleões que se aproveitam da boa fé do povo. Esse Coelho então é capaz de mentir retirando lágrimas de crocodilo. E o pior é que ele só vai adiar a agonia do povo Português. "Caça ao Coelho urgente"