segunda-feira, novembro 07, 2011

JUSTIÇA CARICATA

Uma notícia do JN dá que pensar sobre o estado da nossa Justiça. Um sem-abrigo do Porto está a ser julgado pelo furto de chocolates no valor de 14,34 euros. De cada vez que é preciso notificá-lo a polícia tem de andar à sua procura pelas ruas, e o processo já dura há ano e meio.

Não sei se a senhora ministra da Justiça e os outros protagonistas da Justiça portuguesa já se detiveram a pensar sobre o caricato desta situação, se comparada com outros processos como o Face Oculta, o processo e a condenação de Isaltino Morais, e de outros mais onde os envolvidos são nomes sonantes.

Os cidadãos já interiorizaram que a Justiça dos pobres é diferente da Justiça dos ricos, e peripécias destas só ajudam a consolidar este sentimento.

CARTOON

FOTOGRAFIA
By Palaciano

5 comentários:

Anónimo disse...

Por isso mesmo é que há os que comem tudo e os que nada têm para comer. O mundo gerido pelo poder económico só pode ser injusto. É preciso mudar e mudar rapidamente.
Bjos da Sílvia

Pata Negra disse...

Quem faz as leis e não fica protegido por elas ou é burro ou não tem arte. Dêem-me um advogado que a saiba toda e eu livrarei da justiça o maior criminoso. A justiça não é cega, vê até muito bem, só que uns estão mais escondidos que outros.
Um abraço do pelourinho

elvira carvalho disse...

Nem dá para comentar tanto disparate. E o pior é que não é filho único. Lembra-se daquele caso o ano passado do ano passado. Salvo erro a importância ainda era menor.
Um abraço

Daniel Santos disse...

chocolate que vai ficar muito caro.

O Puma disse...

Este país

é uma face oculta
pelo menos façam GREVE GERAL

a céu aberto