quarta-feira, setembro 28, 2011

COMO DISSE?

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, tem alguma dificuldade em fazer-se entender, ou então apresenta medidas que não são coerentes com os propósitos anunciados.

Li com atenção o Dinheiro Vivo, e fixei algumas frases, começando por esta, “”o importante é saber que esta medida vai permitir a cerca de 35 mil desempregados receberem formação nas empresas, as empresas receberão cerca de 420 euros por estarem a fazer formação”.

A medida em causa seria, segundo o ministro, de apoio aos desempregados há mais de seis meses, e são o primeiro passo para fazer diminuir o desemprego.

Fiquei, como aliás ficou o jornalista, com a impressão de que a empresa arrecadaria o subsídio e o trabalhador ficava a chuchar no dedo.

Não é tudo. Pelos vistos o ministério percebeu que a mensagem estava difícil de entender e lá chamaram os jornalistas para “emendar” a mão, ou melhor, as palavras do ministro.

Ficámos todos a perceber que vão haver cursos com fartura, do tipo de operadores de caixa e de repositores, como já se percebeu, e outros ainda mais manhosos, e acabados os cursos um retorno imediato ao desemprego.

Muita massa deitada à rua, ou quem sabe, mandada para o bolso de alguns oportunistas como já aconteceu no passado, e um ministro confundido, talvez por causa da radiação nuclear que diz não estar ainda afastada da sua simpatia.


CARTOON


FOTOGRAFIA

5 comentários:

Anónimo disse...

O Belmiro deve estar a esfregar as mãos...
Bjos da Sílvia

elvira carvalho disse...

Veremos. Cheira-me que ainda há-de vir mais alguém tentar explicar a coisa "Como se a gente fosse burro"
Um abraço

São disse...

Isso vai ser assim: a empresa "forma", fica com a verba e vai repetindo a manobra, enquanto os trabalhadores "formados" ficam tal como estavam, isto é, desempregados!

Abraço

Daniel Santos disse...

Estes economistas que nos governam não são os salvadores. Tenho muita pena, mas não são. Estes, como o Álvaro, são a continuação de tudo o que tivemos até hoje. Estes senhores são o caminho com outras cores do saque aos míseros euros que ainda nos sobram. Tenho pena, mas este país precisa muito mais do que impostos.

Evanir disse...

Eu agradeço sua visita
A vida sempre une as pessoas no momento certo.
Que eu seja digna da sua amizade.
Nos momentos de aflição dividirmos nossas dores e pensamento
Que seu sonho e os meu sonhos seja abençoado por Deus.
Com nossa amizade e união possamos alcançar as estrelas.
De mãos dadas não terei medo da estrada a ser percorrida.
A minha fé iluminara nossos caminhos ,
E assim juntos seguirmos até onde existir vida.
Uma noite abençoada .
Deus abençoe seu carinho.
Bjs no coração.
Evanir