quinta-feira, junho 16, 2011

RESPONSABILIDADE E FISCALIZAÇÃO

Os problemas económicos que assolam o chamado mundo Ocidental resultam sobretudo duma actividade económica completamente desregulada, e embora isto seja internacionalmente reconhecido, não se tomaram medidas para se evitarem mais exageros.

Temos assistido às medidas de recuperação económica e pasme-se, em primeiro lugar está sempre o resgate da banca, à custa dos cortes sociais e o aumento de impostos sobre os rendimentos do trabalho e do consumo.

É sintomático que os impostos sobre o capital especulativo não sejam mexidos, quando se sabe que há escassez de capital para investimento no sector produtivo, que afinal seria o sector que nos podia fazer sair da crise económica, e capaz de diminuir o desemprego que devia ser a maior das preocupações.

Não se compreende que se esteja a penalizar quem não teve culpas nesta crise e se estejam a premiar os responsáveis, a menos que se confirmem as suspeitas, muito fundadas, de que o poder político está subordinado ao poder económico.


FOTOGRAFIA


CARTOON
Pavel C.

F. Deligne

5 comentários:

Anónimo disse...

Ó Zé, então ainda tens dúvidas acerca de quem manda? Os políticos obedecem aos patrões que lhes garantem o futuro à custa dos favores que lhes vão fazendo enquanto sentam o traseiro nas cadeiras governamentais.
Lol

AnarKa

Zé Marreta disse...

A long time a go, a long time a go. No capitalismo sempre o poder económico comandou a política.

Saudações.

O Puma disse...

... até parece...

zeparafuso disse...

Eu não tenho duvidas de quem manda. Só tenho pena, porque tenho a sensação de que já vi este filme. Espero estar enganado e ser só um argumento parecido.
Bfs

opolidor disse...

Os que não têm culpa vão comer mais uma vez.Mais uma injustiça da vida...