segunda-feira, junho 20, 2011

O CASTIGO

Lembro-me bem da frase repetida por um antigo professor a propósito da falta de interesse demonstrada muitas vezes pelos seus alunos: “Toda a indiferença será castigada”.

Vem a frase a propósito da indiferença que parece caracterizar os portugueses no que respeita ao seu próprio futuro, que contrasta violentamente com as críticas que se fazem em conversas privadas e de café, onde aí sim, somos violentos e muito cáusticos.

Não sei se o descontentamento sairá à rua depois das férias de Verão, quando a situação apertar mais, ou se será só no próximo ano quando o torniquete voltar a apertar de novo, mas um dia terá que acontecer e quanto mais tarde pior.

Do que eu estou certo é de que enquanto as políticas não forem contestadas e enquanto os políticos não forem responsabilizados pelos seus actos, haverá muita gente que será castigada pelos erros dos mandantes, que como até agora continuarão impunes e livres para cometerem os mesmos desmandos do passado.


CARTOON
Alvo

FOTOGRAFIA

5 comentários:

opolidor disse...

sem dúvida, enquanto gente sem responsabilidade e sem competência cometer erros e usar os seus próprios vícios, não for mesmo encravada estamos mal, muito mal...
abraço

Anónimo disse...

Indiferença ou cobardia?
Lol

AnarKa

Daniel Santos disse...

nem mais.

LopesCa disse...

Acho q estamos mais numa de apatia :s

Fada do bosque disse...

Não entendo... será que o Povo espera que lhe façam a Revolução por si, como fizeram no tão distante Abril? Será que se habituaram à papinha feita e esperam uma nova Maria da Fonte ou Padeira de Aljubarrota?! Ou será que não e quem tenha um laivo de consciência e tome uma atitude, ainda é considerado/a tolinha? Não me admirava nada... é exactamente isso que penso... seria levado/a para um manicómio, basta ver o que disseram do Dr. Garcia Pereira quando tentou entrar nos estúdios da RTP. Ao anarKa respondo que é cobardia e uma dose enorme de burrice.