quinta-feira, junho 30, 2011

HIPOCRISIA

Estando eu a ler com atenção o programa do governo, procurando encontrar medidas favoráveis para quem ainda está empregado e vive apenas do seu salário, ou para quem enfrenta o desemprego e cada vez tem menos esperanças em encontrar algum, nos tempos mais próximos, deparei-me com 10 medidas para as famílias.

Devo começar por dizer que não percebi o tal “visto familiar”, e que não sei como é que irá ser conseguido, mas fiquei também preocupado com o que li.

Uma das medidas é esta: “O Governo propõe-se lançar um amplo modelo de inovação social que visa dar resposta e auxílio a flagelos e carências sociais graves, como é o caso da fome”. As pessoas não precisam da caridadezinha, mas sim de empregos e de condições de vida, decentes.

A outra medida que clara mente não é para ser cumprida, prende-se com a “criação de mecanismos de não penalização das famílias trabalhadoras e que declaram os rendimentos”, porque é precisamente a esses que têm vindo a ser pedidos todos os sacrifícios, e para quem já estão prometidos mais sacrifícios, bem espelhados no restante Programa de Governo.

A hipocrisia é imensa e já foram ultrapassados os limites da paciência de boa parte da população que em nada contribuiu para os problemas económicos do país, que resultam exclusivamente da má governação de vários anos, que tem rostos e tem cores que todos conhecemos.



FOTOGRAFIA


CARTOON

3 comentários:

Isamar disse...

Contnuam a soprar ventos que me desanimam cada vez mais. Não vislumbro qualquer réstia de esperança nem acredito mais neste modelo europeu que está em decadência profunda e acabará por sucumbir.
Sou céptica mas realista, creio. Nunca vi tanto despedimento, tanto encerramento de indústrias e pequenos comércios, nunca vi uma recessão tão nítida nem que me desesperasse tanto.

Bem-hajas, amigo realista!

Abraço fraterno

Anónimo disse...

O Zé nasceu para pagar - teoria liberal de político tuga.
Lol

AnarKa

LopesCa disse...

medidas favoráveis ... pois ... também não as vejo :s