quarta-feira, março 23, 2011

COELHO E PALEONTOLOGIA

Podem estar à espera que eu me esteja a preparar para “bater” no Passos Coelho, sujeito que nunca me convenceu, e que tem um pensamento ultra liberal que não se enquadra com as minhas preferências, mas não é disso que eu vos venho falar.

O tema que hoje escolhi tem uma designação algo estranha, Nuralagus rex, que é nem mais nem menos um coelho gigante que viveu na ilha de Menorca.

O Nuralagus rex viveu há cinco milhões de anos, pesava entre 12 e 15 quilos e não saltava. Como se percebe pela descrição, nada tem em comum com Passos Coelho, que pesa substancialmente mais e já saltou da escola do PSD, a JSD, para o 1º time, sendo agora o chefe das hostes laranjas, portanto candidato a saltar para um qualquer próximo governo.

O roedor que hoje escolhi, faz parte de um conjunto de animais gigantes que povoaram a ilha, e não tinha predadores, o que o terá “ajudado” a tornar-se maior do que os seus semelhantes do continente. Este tipo de evolução foi também a sua perdição, já que lhe limitou a mobilidade e fez aumentar em exagero a população.

Acabo dizendo que este post não tem nada que ver com a porca da política, embora nem eu tenha ficado muito convencido!

Leiam mais AQUI


CARTOON



FOTOGRAFIA
By Palaciano

3 comentários:

elvira carvalho disse...

É amigo a mim também não me convence este Coelho. Com a agravante que eu sentia a mesma coisa há 6 anos com o Sócrates. E deu no que deu. Já tenho medo dos meus pressentimentos.
Um abraço

São disse...

rrssss

Pois. pois---também não estou lá muito convencida. Aliás, do que estou mesmo convencida é de que se estamos mal com Sócrates, pior ficaremos com Coelho.

Bom dia lhe desejo.

Cata- Vento disse...

Nem eu, Zé! Engordam uns à custa de outros, parvos, que os alimentam.Que não sejamos nós, mais uma vez, as presas destes "gigantones".

Um abraço gargalhado

Bem-hajas!