segunda-feira, fevereiro 14, 2011

14 DE FEVEREIRO

Os versos que te fiz


Deixa dizer-te os lindos versos raros

Que a minha boca tem pra te dizer!

São talhados em mármore de Paros

Cinzelados por mim pra te oferecer.


Têm dolência de veludos caros,

São como sedas pálidas a arder...

Deixa dizer-te os lindos versos raros

Que foram feitos pra te endoidecer!


Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...

Que a boca da mulher é sempre linda

Se dentro guarda um verso que não diz!


Amo-te tanto! E nunca te beijei...

E nesse beijo, Amor, que eu te não dei

Guardo os versos mais lindos que te fiz!


Florbela Espanca



CARTOON


MÚSICA

3 comentários:

Cata- Vento disse...

Um dos mais bonitos sonetos de Florbela Espanca. Adequado ao dia que se comemora hoje e para todos os dias.

Bem-hajas!

Abraço fraterno

Pata Negra disse...

Nunca será verdadeiro amante aquele que não souber declamar um soneto de Florbela à sua amada.
Essa dos porcos é para mim! Vou roubá-la. Era para não postar nada, já tenho assunto.
Um abraço sem gamela

Anónimo disse...

Do amor ao humor num repente inspirado em boa música.
Bjos da Sílvia