segunda-feira, janeiro 24, 2011

RESPONSABILIDADES

Um dos maiores males da nossa sociedade é a fuga às responsabilidades de uma grande maioria das pessoas, independentemente do grau de responsabilidade que tenham.

Nestas eleições o Cartão do Cidadão deu uma barraca monumental e tanto quanto pude ver, ninguém veio a público assumir as suas responsabilidades, não só pelo incómodo causado a muitos eleitores, mas também ao facto de terem ficado sem votar alguns potenciais votantes.

Registei hoje, 24/01/11, que o presidente da maior freguesia portuguesa, ainda teve o descaramento de atirar as culpas para os eleitores dizendo que “… podia ser evitado se houvesse consciência para não deixar tudo para a última hora”.

O facto de se ter feito imensa propaganda governamental em torno do tal Cartão do Cidadão, e da simplicidade que derivava das suas várias valências, indica claramente que a responsabilidade está do lado do governo. Saliente-se que já tinha sido detectado o mesmo problema em anterior votação, e que pelos vistos não foram tomadas medidas necessárias e suficientes para o resolver.

FOTOGRAFIA
Por Carlos B. Amos

CARTOON
Inauguração
1.106

5 comentários:

Cata- Vento disse...

Coisas do simplex e a arte de sacudir a água do capote.
Aguardemos que haja quem assuma responsabilidades.

Bem-hajas!

Abraço fraterno

Daniel Santos disse...

eu antes de ire votar, manha~cedo, fui ver o meu numero à Internet. O ridículo é tal numero não vir no cartão de cidadão.

Anónimo disse...

Os cidadãos nem merecem as explicações do MAI? Será que o senhor ministro sabe quem é que lhe paga?
Bjos da Sílvia

SILÊNCIO CULPADO disse...


Simplex a quanto obrigas. Fazem-se eleições em que alguns são impedidos de votar porque o cartão de cidadão não cumpriu a simplificação.
Responsabilidades? Não há responsabilidade na facilidade com que se elege um PR com 25% dos votos dos cidadãos eleitores ficando a ser o PR de todos os portugueses.
Abraço desencantado

o escriba disse...

Até nestas eleições ficou bem patente o mau estado do Estado!


Um abraço
Esperança