quinta-feira, janeiro 13, 2011

OS ANJINHOS PAPUDOS

O caso Face Oculta, como aliás todos os casos de colarinho branco das últimas décadas, está a revelar-se como mais um verdadeiro fiasco da Justiça Portuguesa, ou pelo menos do nosso sistema legal.

No caso do BPN parece que só há um culpado, e que toda a marosca foi feita sem que todos os outros dessem pela coisa, como se fossem todos uns anjinhos.

No caso Face Oculta, apenas havia um espertalhão, o sucateiro, que conseguiu ganhar contratos atrás de contratos, sempre favoráveis para ele é claro, sem que os contratantes dessem por isso, ainda que hovessem uns quantos senhores importantes a receber umas inocentes recordações do espertalhão do sucateiro.

Com tanto anjinho em posições de destaque neste país não admira que estejamos na triste condição de país à beira da falência. Apetece-me gritar: SUCATEIROS AO PODER!



FOTOGRAFIA

6 comentários:

elvira carvalho disse...

É amigo Zé, é assim no reino da corrupção. Tudo de divide em anjinhos e espertalhões que valsam a compasso trocando de lugar quando lhes convém, perante uma plateia caaaaaaaaaaaaaaaaaalma. E assim morre a esperança que Abril fez florir, de um Portugal mais justo para todos.
Um abraço

São disse...

Náuseas, náuseas é o que Portugal me provoca neste momento, a sério!

Tudo de bom

SILÊNCIO CULPADO disse...



É urgente perceber que todos somos culpados por aquilo que nos acontece. Porque nos resignamos. Porque nos combatemos uns aos outros esquecendo que os alvos são os corruptos, os incomptentes e os que abraçam o poder pelo poder.
Há que criar uma consciência colectiva que conduza à mudança. É preciso que nos unamos em torno de objectivos comuns.

Abraço

MARIA disse...

Tem toda a razão, meu amigo.
E o comentário da nossa estimada amiga L. remata em perfeição a sua ideia.
Na verdade, parece que todos nos damos conta do problema, mas achamos que não podemos ser parte na solução ...

Um beijinho muito amigo.

C Valente disse...

Eles comem muito e sacam mais
Saudações amigas e bom fim de semana

Cata- Vento disse...

Com tanto anjinho deveríamos estar num paraíso à beira-mar plantado mas os espertalhões,apesar de poucos ( eheheh), conseguiram fazer desta vida um inferno. E nós, mansinhos, assistimos a tudo impávidos e serenos. Onde estão aqueles que fizeram Abril?
Bem-hajas!

Abraço