domingo, janeiro 16, 2011

CAVACO E A ILUSÃO

Não tinha qualquer vontade de falar sobre a eleição que está próxima nem de nenhum candidato, pela simples razão de que vou votar em branco. A intenção ficou por isso mesmo porque há afirmações que custam ouvir, vindas da parte de quem se candidata ao lugar mais alto do Estado português.

É impossível ouvir sem alguma revolta, Cavaco Silva dizer que haverá alguma injustiça nos cortes salariais da função pública, quando ele assinou a medida sem sequer a ter enviado ao Tribunal Constitucional. Registe-se que o PSD também não votou contra a medida.

Outra afirmação que mexe com o meu estômago é a de que é melhor um povo informado com a verdade do que “um povo iludido por aqueles que nos governam”, que o candidato proferiu em Paredes. O candidato que ainda é Presidente da República devia ter sido o arauto da verdade, e o que nós perguntamos é porque é que não o fez?

Bar Aberto


CARICATURA
Dr.House by Jorge Restrepo

6 comentários:

Cata- Vento disse...

Caro Zé, acho que esta é uma medida inédita na história pelo menos desde a implantação da república e deveria ter sido submetida à análise do TC.Baixam vencimentos e aumentam tudo o resto.É uma medida altamente perigosa do ponto de vista social que gera revolta de consequências imprevisíveis. A fome e o desemprego não só são mauss conselheiros como direitos constitucionais consignados que urge repor no seu lugar.

Bem-hajas!

São disse...

Cavaco diz que é mísero. Enganou-se: é miserável!!!

Em branco, não! Segundo me informaram, acaba por favorecer o mais votado.

Consequentemente, o bolrtim de voto terá que ser inutilizado através de um traço de alto a baixo ou coisa semelhante.

Boa semana.

rouxinol de Bernardim disse...

Um país cinzento... como o nevoeiro... andam por aí candidatos a napoleão... alguns ... apenas de hospício...

Anónimo disse...

Nesse gajo só voto na privada e em papel higiénico.
Lol

AnarKa

Pata Negra disse...

Não ganhará com a minha abstenção! Se para votar contra Cavaco é preciso votar noutro, eu votarei noutro!
São, segundo sei, para a presidência da república, os votos nulos e brancos não contam para o apuramento dos 50% necessários para ganhar a eleição mas apenas os votos expressos nos candidados, da mesma forma que para a distribuição dos lugares de deputados. i.e. mesmo que seja grande a % de votos barncos e nulos tal não significa que ficarão lugares por ocupar no parlamento.
SE Cavaco ganhar, a expressão facial da sua vitória é-me de tal modo cruel que, só por isso valerá a pena votar em qq um dos outros.

Daniel Santos disse...

coitada da esposa dele que só ganha 800 euros de reforma.