sábado, novembro 27, 2010

HÁ LÓGICA NA POLÍTICA?

Tempos houve em que a política e os políticos se regiam por um código de honra e por ideologias que eram claras, seguidas por pessoas consequentes.

Hoje a política não se rege por nenhuma ideologia, não é praticada por pessoas consequentes e o valor mais importante em jogo é a economia, para não dizer simplesmente o lucro.

Acabei de ler que o líder da bancada do PSD falar sobre a disciplina de voto e sobre possíveis questões jurídicas na violação dessa disciplina pelos deputados eleitos pela Madeira. Atira-se com o interesse nacional para cima da mesa para impor a abstenção do grupo parlamentar social-democrata, para com isso se viabilizar um Orçamento de Estado que abertamente se classifica de mau.

Bem pode o PSD dizer que este não é o seu orçamento, e que está apenas a defender o interesse nacional, que ninguém acredita. Um mau orçamento não se viabiliza e como se viu pelo resultado desta Greve Geral, o povo também o chumbou.

Todos nós sabemos que para o ano que vem teremos o mesmo PSD que viabilizou este orçamento, a candidatar-se ao poder dizendo que é contra estas políticas que agora deixou passar.

A política deixou de ser um espaço de debate de ideias e de convicções para se transformar num jogo em que tudo vale para alcançar um único objectivo, o poder.



FOTOGRAFIA
Emaranhado by Palaciano

CARTOON
Selva Urbana

3 comentários:

Pata Negra disse...

Vira o disco e toca o mesmo! Alternativa? Alternância? Não, alterne!...
Um abraço lógico

A Diletante disse...

Esse líder... fala,fala, mas quanto mais fala mais se enterra, se é possível!
E o pior é que os outros fazem a mesma coisa.
Que venha o diabo e que escolha!

Um abraço

Anónimo disse...

Ideias têm eles, mas só para enriquecerem rapidamente e sem ficarem com o rabo entalado. O Cavaco é a perfeita rainha de Inglaterra, mas com favas na boca e muita falta de estilo.
Bjos da Sílvia