quarta-feira, junho 30, 2010

O ELIXIR DO AMOR

O Festival de Sintra está quase a terminar e não podia deixar de vos recomendar O Elixir do Amor, de Donizetti, pela Orquestra Sinfónica e Coro da OP - Companhia Portuguesa de Ópera, no Largo Raínha D. Amélia, fronteiro ao Palácio Nacional de Sintra, nos dias 2 e 4 de Julho pelas 21h30.

Deixo-vos "Una furtiva lagrima", não interpretada pelo mítico Caruso, mas pelo igualmente famoso Luciano Pavarotti. Esta será porventura a ária mais conhecida desta obra.

Mais informações AQUI


A VIDA VAI MELHORAR
O Mundial de Futebol acabou para as nossas cores, é tempo agora de enfrentar a dura realidade. Para não ser uma desilusão maior, e que afecte a saúde da malta, aqui fica o optimismo do Martinho da Vila.


5 comentários:

Meg disse...

Zé,
É de momentos como este que estamos a precisar.
Para que o espírito sobreviva à avalanche de miséria(s) que nos rodeia.

Um abraço

Anónimo disse...

A música para operários (ópera) depende muito da minha disposição e da companhia, já o Martinho só terá razão quando a pandilha for corrida do poder.
Lol

AnarKa

Vieira Calado disse...

O Mundial afectou-me pouco ou nada,

a ária que aqui nos traz, essa...

encanta-me!

Forte abraço

Zé Miguel Gomes disse...

bom momento musical. vou melhor. obrigado.

Marreta disse...

Vi esta ópera em 1984 no São Carlos, e à borla!

Saudações do Marreta.