sábado, maio 15, 2010

ESTAMOS LIXADOS

A reboque das imposições da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional, o nosso governo abençoado pelo maior partido da oposição, decidiu aumentar os impostos ao mesmo tempo que cortou uma substancial fatia ao investimento público. A receita é conhecida, o resultado previsível.

O mundo ocidental atravessa uma crise económica que teve origem na falta de regulação dos mercados financeiros, consequência dum excesso liberal que a todos pretendeu vender a ideia que o mercado deve actuar livremente sem interferências dos Estados, porque em concorrência a regulação era desnecessária.

Chegados à beira do abismo, os Estados socorreram quem se comportou mal, com o dinheiro dos contribuintes, e como ficaram como avalistas endividaram-se. As dívidas públicas ameaçaram os mercados financeiros, aumentando o risco do crédito, muito em especial das economias mais débeis, e lá veio a contracção e o aumento dos impostos como panaceia de todos os males.

Os mercados financeiros, os mesmos que iniciaram esta saga toda, começaram a ficar com outros problemas que se prendem com a diminuição dos pedidos de crédito por parte das empresas e dos particulares, que são a sua maior fonte de receitas.

Agora o que nos penaliza não é tanto a dívida, antes o remédio que foi receitado, porque não há modo de aumentar riqueza sem consumo e sem investimento. Parece-me que afinal as tais agências de rating, as mesmas que falharam consecutivamente, e que se enganaram com recomendações absolutamente erradas, são o cerne do problema e continuarão a favorecer a especulação a menos que sobre elas seja feita uma supervisão apertada.

Pode também LER



4 comentários:

Pata Negra disse...

Como sempre, uma análise simples mas completa e incisiva. Estás indignado? Mas ainda continuas a dizer "lixado"!

Mais do que a descarada ofensiva do Bloco Central de Interesse preocupa-me a serenidade/passividade dum povo que tolerou 48 anos de outra coisa do género.

Um abraço fodixado

Odele Souza disse...

Acredito que se TODOS cobrassem atitudes do governo, alguma coisa haveria de mudar. Mas ainda vemos as pessoas muito omissas, muito cordatas, muito conformadas.

Eu estava com saudades de ti.

Um forte abraço.

chevalier de pas disse...

e mal pagos:)

tulipa disse...

OLÁ AMIGO

HÁ TANTO TEMPO QUE NÃO TE VISITAVA...tantos posts perdi sobre como vai este Portugal, que tu estás sempre em cima do acontecimento.

Sobre Sintra é um lugar maravilhoso, não te sabia por esses lados, és um privilegiado, pois viver aí é lindoooooooo!!!
Sintra é um lugar místico.
Não morro de amores pelo trânsito do IC 19, mas...depois compensa!

Convido-te a veres uma foto minha do sol associada a um poema de Fernando Pessoa.
Beijos.
Bom Domingo.