domingo, janeiro 31, 2010

AS ELITES NACIONAIS

Há uma tendência para se tentar juntar uns quantos nomes sonantes do meio, sempre que se pretende identificar ou resolver problemas de um dado sector. Em geral diz-se que estes grupos de conselheiros, ou especialistas são as “elites” do meio.

A senhora ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, convidou um grupo de personalidades como conselho consultivo para funcionarem como “os olhos e os ouvidos” do Ministério da Cultura.

Tenho uma opinião pouco favorável em relação a estes “conselhos consultivos”, onde têm assento estas “elites”, não pela competência ou empenhamento real que possam ter, mas porque não é este o perfil médio dos “consumidores” de Cultura do nosso país.

ARTE AFRICANA



CARTOON
Velhas Glórias in Henricartoon

7 comentários:

Marreta disse...

Ou seja, mais um conselho de compadrios. Mais uns tantos tachos para os amigos. Tudo na mesma.

Saudações do Marreta.

São disse...

Mas, desde quando, existem elites ou jet-set realmente genuínos em Portugal?!
Boa semana.

Graça Pereira disse...

Existem?????
Um beijo
Graça

Ferreira-Pinto disse...

Isto dos conselhos é como as comissões ... servem para nada!

o escriba disse...

É nestas comissões, conselhos ou outro nome qualquer que se lhes queira dar que se vai o nosso parco dinheiro... paga "zé"! que há crise e o país está tremido!
à fava com todos eles!!!

Um abraço
Esperança

ruy disse...

Concordo em absoluto

Meg disse...

Zé,

Mais uma vez, estou como a São.
Elites, quais elites?
Presunção e água benta...

Como já deves ter reparado, estou a começar a "desanimar" disto tudo.

Mas hoje até dei mais atenção aos teus "bonecos". Esses sim, valem a pena.
E já que não mas ofereces... roubo-te as flores.

Um abraço, amigo!