terça-feira, setembro 01, 2009

CULTURA BEM POBRE

Uma ausência para gozo de umas merecidas férias ter-me-á feito perder algumas situações bem curiosas, isto a crer no que pude ler nas notícias dos últimos dias.

O senhor comendador Berardo a falar de Cultura, quem diria (?), lembrou-se de mencionar o professor Cavaco Silva, também ele um marco cultural deste país, e logo para recordar que no seu tempo nem sequer havia um Ministério da Cultura, sendo suficiente um secretário de Estado, no caso o inefável “menino guerreiro”, Santana Lopes.

Entre o bolo-rei, os magaíssas que trabalhavam nas minas de um país do sul da África e os violinos de Chopin não encontro qualquer ligação lógica, dentro do campo cultural, mas em Portugal aquilo a que se chama Cultura por vezes é uma surpresa até para alguém da minha idade.



*** * ***
PINTURA
reflection by Kegriz

*** * ***
CARTOON
By Junião

3 comentários:

Graça Pereira disse...

´´O Zé Povinho por onde tens andado que este país ( quem o governa??) bem precisa de um manguito. Volta sempre Um abraço Graça

Isamar disse...

Que as férias tenham sido retemperadoras porque mais um ano de trabalho nos espera. Quanto à cultura, amigo,parece ter sido abandonada que nem do ministro tenho ouvido falar.

Um abraço

Bem-hajas!

Anónimo disse...

à pála da cultura há quem tente dar nas vistas, mas logo que começam a falar, é o descalabro...
Lol

AnarKa