sábado, julho 25, 2009

SIADAP - UM DEGRAU ABAIXO

O Governo de José Sócrates gaba-se da introdução do sistema de avaliação do desempenho da Função Pública, que conhecemos com a designação de SIADAP. Siglas e anúncios pretensamente reformistas são uma das características do executivo que estabeleceu a propaganda como arma de afirmação junto da opinião pública.

Quando se ouve um secretário de estado da Administração Pública afirmar que mais de 90% dos funcionários foram avaliados, ficando de fora apenas os professores, e ao mesmo tempo aponta o número de “perto de 300 mil funcionários avaliados em 2008”, estamos perante um erro, ou uma farsa, já que o número global de 750 mil funcionários é da própria Administração Pública. A percentagem apurada peca por evidente defeito, ainda que seja apenas um pormenor de pouca importância nesta matéria.

A avaliação do desempenho, segundo as normas do SIADAP, veio apenas colocar as classificações noutros patamares, e teve o cuidado de beneficiar convenientemente os próprios avaliadores, ainda que afirmando-se a pés juntos que é uma medida justa que pretende premiar o mérito dos que verdadeiramente se esforçam e se empenham.

Os Muito Bons e Relevantes, deixaram de estar ao alcance de quem não está encostado às chefias, onde passou a prevalecer o Bom, já que há que satisfazer a clientela considerada fiel, que além de subir vertiginosamente na carreira ainda pode abichar uns prémios de desempenho que ajudam muito à fidelidade às chefias.

O funcionário comum, que se dispensa de tecer elogios imerecidos às chefias e que coloca os interesses do serviço e dos utentes à frente das vaidades e teimosias das chefias, ou é bafejado pelo acaso, o que é pouco provável, ou então tem que contentar-se com subidas de 10 em 10 anos, se continuarem a ser obrigatórias, o que também não é garantido.

Publiquem-se as classificações dos funcionários de cada serviço, e os prémios de desempenho atribuídos à porta de cada ministério, com a devida menção do organograma do serviço, e ver-se-ia até onde aguentava a credibilidade dos defensores do sistema vigente. Seria edificante, muito edificante, podem crer.



*** * ***
FOTOGRAFIA
Kirill V Pozhidaeff

*** * ***
CARTOON


BEN HEINE

5 comentários:

tulipa disse...

AMIGO
EXCELENTE POST ESTE.

Também ouvi a notícia este princípio de tarde de sábado; também ouvi o "engano" nos números de Funcionários, enfim...

ADORO ler o que escreves, pois é tudo de uma verdade absoluta: A avaliação do desempenho, segundo as normas do SIADAP, veio apenas colocar as classificações noutros patamares...ainda que afirmando-se a pés juntos que é uma medida justa que pretende premiar o mérito dos que verdadeiramente se esforçam e se empenham.

Os Muito Bons e Relevantes - outra verdadeira "treta"...

Neste momento ainda me encontro em convalescença da pneumonia, por isso quase nem posso brincar c/os netos, nem passear, nem fazer arrumações e limpezas de Verão, enfim...há que ter paciência.

O meu ultimo post tem a ver com o "MAU" que existe na Blogosfera, fico triste. Mas a vida é assim!

Deixo-te um beijo e votos de óptimas semanas de Verão.

Anónimo disse...

O 1º quer distinguir o mérito, mas faz as coisas de modo a não ficar mal na foto, escolhendo portanto os lambe botas e os canhestros, que assim não tem concorrência perigosa.
Lol

AnarKa

ana p roque disse...

Estou de férias da politica,
já não tanto paciência para ouvir,
tanta mentira e disparates.

A chave o poder da mente feminino,
importante....

Bom descanso

bfs

cumps

ana p roque disse...

(tenho paciência)

Peço desculpa pelo erro

MARIA disse...

Para si, meu amigo, sempre nota 10, ou nota máxima.

beijinhos

Maria