domingo, julho 19, 2009

OBVIAMENTE, DEMITA-SE!

Há limites para a ignorância e esses são em regra ditados pela ausência de formação académica, que podem, e friso o podem, justificar atitudes que não são admissíveis a pessoas que tiveram acesso à educação que habilita qualquer pessoa a descodificar a informação de modo a não formular disparates.

Ouvir dizer que o Ministério da Saúde proibiu os homossexuais de doarem sangue, deixou-me a impressão de que a imbecilidade estava à solta nas instituições que deviam cuidar da nossa saúde e não dos costumes e inclinações sexuais de cada um. O nome estava na notícia do CM de 17/07, e era o de Gabriel Olim, director do Instituto Português de Sangue.

Na notícia, entretanto desmentida por uma senhora grega, que suponho ser comissária europeia de assuntos da saúde, pelo menos no que se refere a recomendações daquela instituição comunitária, fala-se em comportamentos de risco para justificar a incompreensível proibição.

Não costumo vestir a pele dos justiceiros de ocasião, mas penso que a única atitude sensata deste senhor director era a de pedir a demissão, porque há atitudes que não se podem ter em certos cargos e conceitos que não podem ser defendidos por quem abraça o serviço público, como seja a discriminação, seja ela de que tipo seja.



*** * ***
FOTOGRAFIA
By FullFrame.no

*** * ***
CARTOON
Mike Keefe

Joe Heller

10 comentários:

Isamar disse...

Obviamente que estou contigo. E mais não digo porque assino por baixo as tuas palavras.

Bem-hajas!


p.s. Ouvi, incrédula,esta afirmação.

elvira carvalho disse...

Ouvi à primeira e pensei que tinha ouvido mal.
Andamos nós toda a vida a lutar contra a descriminação, conseguimos fazer lei e publicá-la na Constituição, e depois vem um tipo destes e faz tábua rasa da lei?
Um abraço e bom Domingo

Papoila disse...

Zé Povinho:
Ando atarefada com o plano de prevenção e contingência da gripe A, com pouco tempo para visitar os amigos.
Quando ouvi esta afirmação fiquei absolutamente perplexa, sou profissional de saúde e subscrevo o que escreves.
Beijinhos (virtuais)

Anónimo disse...

Por favor deixem de querer dar nas vistas e assumam pela saúde de todos de que são AGENTES DE RISCO!!!!! Até que enfim alguém fala a verdade. Esperemos que não aconteça o mesmo de há uns anos atrás em que Portugal comprou sANGUE CONTAMINADO. Agora sei e tenho a certeza de que estou em boas mãos!!!! Obrigada Sr. Dr. Presidente Gabriel OLIM....

Marreta disse...

Se não se demitir que seja demitido!

Saudações do Marreta.

Anónimo disse...

O risco está onde o homem está, e a palermice dita sobre o sangue, só não confessa que a responsável pela sua importação não foi condenada pelas mortes causadas.
Ainda há-de surgir algum purista a afirmar que só os e as virgens é que são autorizados a doar sangue.
Lol

AnarKa

Ferreira-Pinto disse...

O tipo devia ter fumado alguma coisa esquisita. Só pode!

Meg disse...

Amio Zé,

A alarvidade no seu esplendor nem merece comentário... uma vergonha, que me parece não ter consequência, as usual...

Um abraço

ana p roque disse...

Assino por baixo o seu comentário.

Mas essa discriminação já é antiga,conheço alguns dadores de sangue,que para doarem sangue,tiveram de fazer análises rigorosas e preencher questionários,onde tinham de confirmar que não eram homossexuais,e não o sendo também tinham de confirmar que não tinham mais do que uma parceira sexual.


Linda foto,os cartoons como sempre,óptimos.

Boa semana.

cumps

Angela Guedes disse...

Oi Zé!!!
Bom Dia, Amigo!!!
"Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só."
Feliz dia dos amigos.
Ângela