sexta-feira, março 27, 2009

LÁ VAMOS, CANTANDO E RINDO...


Isaltino diz que 400 mil depositados na Suíça eram «sobras»

O autarca Isaltino Morais afirmou esta quinta-feira em julgamento que os depósitos efectuados na Suíça, numa «única conta nominativa», se refeririam a alienações de património próprio, investimentos, heranças e cerca de 400 mil euros de sobras de campanhas, noticia a Lusa.


Isaltino admite fuga ao Fisco

Segundo a acusação, o presidente da Câmara de Oeiras auferiu 351.139 euros nessa função entre 1993 e 2002, enquanto o valor depositado por si ou a seu mando em contas na Suíça - inclusive nas de amigos e familiares - ascendeu a 1,32 milhões de euros.

Mais AQUI

*** * ***
FOTOGRAFIA
Øyvind Reigstad

*** * ***
CARTOON
Sevket Yalaz

Ikhsan Dwiono

11 comentários:

Mohamed Meabed disse...

Ao nível individual, quer a nível do desenvolvimento da sociedade como um todo
Quando o trabalho de amigos no mundo exterior
Assim, você estabelecer amizades no seu processo
Dentro de sua mente, que sempre que te faz alerta de pensamento, de consciência
Nós não são sistemas fechados com o mesmo
Mas são criados para serem afectados são os que nos cercam influenciar-nos, encorajando-nos
Palestra, assim como nós, e nós também
Se as pessoas se amam inevitavelmente se sentem confortáveis e espontânea quando você está com eles
Que lindo comunicação

https://meabed-egypt.blogspot.com


https://tarfaia.wordpress.com
mohamedtrfaia@yahoo.com

SILÊNCIO CULPADO disse...

Zé Povinho

O homem fala verdade. Todos os políticos falam verdade e por isso não há nenhum político que esteja a cumprir pena.
Não acredito que sendo este homem um político de gema não seja tratado como um político e, por isso, não vá para casa na paz do Senhor continuando a sua dura luta em defesa do povo de Oeiras.
Também quiseram acusar a Fatinha Felgueiras mas Deus Nosso Senhor não quis que ela fosse castigada por crimes que não cometeu.
Eu adoro políticos. São os meus deuses. Todas as manhãs rezo para que continuem a trabalhar para o bem de todos.
Oremos pois, Zé Povinho.
Abraço

Anónimo disse...

Então Zé, será que um político não pode alegar ser um comum cidadão, (pouco) cumpridor nas obrigações fiscais, desconfiado da banca, com familiares velhinhos dispostos a deixar umas heranças em El Contado a um sobrinho predilecto, que por sua vez tem um sobrinho com um táxi que sabe-se lá porquê tem uma conta do tio à disposição? Tudo normal, nada de mais, é apenas um político português com um caso em tribunal, que por acaso ainda não mereceu a atenção do Marinho, senão a revista da (des)ordem só tinha artigos do Marinho denunciando os malandros dos polícias, dos políticos da oposição e dos jornalistas.
Viva a Tugalândia
Lol

AnarKa

Isamar disse...

E o que acontece é que estes senhores defensores do nosso povo continuam a manter cargos políticos e a ser eleitos para os desempenhar. Quem nos acode?

Beijinho

Bem-hajas!

LopesCa disse...

Também quero umas sobras :))

São disse...

Estou nauseada com tanta sujeira e irritada com a passividade do povo português!!!
Um abraço.

Maria Faia disse...

Estimado amigo Zé,

São as negociatas políticas no seu "melhor" estádio...
Triste realidade a nossa!

Um abraço amigo e votos de Bom Fim de Semana,

Maria Faia

ana p roque disse...

Quem confessa a verdade não merece castigo,
eram só umas sobrazitas...
Depois há os que nem confessam,e assim vai Portugal
no seu melhor!

Sai um copo de pitroil :-) para a mesa do canto,
é para afogar o desencanto de tanta vigarice impune!

Bom final de semana.

cumps

Jorge P.G disse...

Estou a pensar muito a Sério em enveredar pela carreira de bandido. Ainda irei a tempo de chegar a um posto de destaque na sociedade poortuguesa?

Um abraço do Sineiro.

Papoila disse...

Foram só umas sobrasitas e afinal todos fazem isto... outro que resolveu culpar outros meninos maus... claro que não vai ser acusado por falta de provas...
Linda a foto.
Os cartoons divertidos.
Beijos

C Valente disse...

Mas que sobras, tudo boa gente
Saudações amigas