segunda-feira, fevereiro 09, 2009

CUIDADO COM AS PALAVRAS


Há algum tempo atrás ficou-nos na memória a ameaça de um tal Coelho, então com grande influência no PS, que afirmava que quem se mete com o PS, leva, e isso causou algum mau estar no meio político pelo excesso de linguagem de quem tinha responsabilidades políticas.

O tempo passa mas os tiques pelos vistos não se alteram assim tanto, e agora temos outro político, também este do PS, que adora malhar nos adversários políticos.

Com políticos desta têmpera, começo a temer que a política esteja reservada a gladiadores, e que as coisas entre eles se resolvam à pancada. Esta imagem é naturalmente exagerada, mas o discurso é também ele impróprio de uma sociedade dita democrática, num Estado de direito que todos desejamos que Portugal seja.

*** * ***
FOTOGRAFIA
Modern Kitchen by capsat

Bedroom by capsat
*** * ***
CARTOON
Efeito Pinócrates por Henrique Monteiro

10 comentários:

Cata-Vento disse...

Um discurso pouco adequado para quem tem tão altas responsabilidades políticas.Trinta e cinco anos de democracia já deviam conferir uma maturidade que permitisse reagir à crítica dos adversários políticos com outras palavras. Mas, infelizmente, assim não acontece!
Tais desmandos também malham em cidadãos como eu que não são nem nunca foram apaniguados de qualquer partido.

Um abraço

Anónimo disse...

Quando era puto era cabeludo, agora é careca, deve ser castigo pela incontinência verbal.
Lol

AnarKa

Portaria ILEGAL disse...

Aprenda a roubar Portugal aqui: http://portaria-59.blogspot.com/

Papoila disse...

Querido Zé Povinho:
Esse Senhor Ministro dos Assuntos Parlamentares expressou-se de um modo demasiadamente arruaceiro para um homem de Estado. Bem mais comedido o amigo Zé Povinho na sua apreciação.
Adorei as fotos, queria uma cozinha e um quarto assim...
O cartoon muito bom.
Beijos

Pata Negra disse...

Uma linguagem que pode dar votos fáceis mas que completa os nossos argumentos de que estamos perante um princípio de regime que pode ser perigoso! Seguir o trajecto de Augusto Silva já diz tudo!
Mais que as palavras, são as ameaças, os tiques, o populismo desta gente que não nos auguram bons tempos.
Salazar anos quarenta, sócrates agora! Este povo é mesmo zé!
Um abraço com as boas imagens que nos vais revelando

Anónimo disse...

Pensar que o careca já foi ministro da Coltura...
Bjos da Silvia

polidor disse...

ainda os vemos à porrada na AR ao estilo caceteiro...

o escriba disse...

Zé Povinho

Violência gera violência e a "raqueirice" desta linguagem que agora parece moda na boca dos políticos governantes não augura nada de bom se não se põe um travão nisto!

Um abraço
Esperança

Ferreira-Pinto disse...

A linguagem rasteia e esconssa que Santos Silva usou é uma vergonha, mas ilustrativa do estado de coisas a que se chegou e das gentes que por aí andam a governar-se fazendo que nos governam!

Marreta disse...

A minha dúvida é que vivamos num Estado demorático e de Direito, ou que apenas nos tenhamos habituado a ilusoriamente acreditar que sim...

Saudações do Marreta.