quinta-feira, fevereiro 26, 2009

ACELERAR OU NÃO?

Não pretendo falar hoje de condução automóvel, nem criticar os aceleras que abundam pelas nossas estradas, mas sim de Justiça. Esquisito? Talvez!

Tendo lido que a Procuradoria-Geral da República admite acelerar o caso Freeport, fiquei espantado com algumas incongruências de discurso, isso no que toca às explicações para esta atitude diferenciada da Justiça.

Por um lado a PGR admite que, se estiver envolvida alguma “alta figura do Estado”, como pode acontecer no caso vertente, a investigação deverá ter maior celeridade, por outro lado a procuradora Cândida Almeida, afasta de todo que José Sócrates seja arguido ou sequer suspeito.

Como sou de compreensão lenta, eu penso que, se Sócrates não é suspeito nem arguido, este processo é igual a tantos outros, merecendo igual tratamento, mas quando rebentou o caso, creio que por denúncias anónimas, o seu nome estava envolvido e não houve qualquer celeridade nas investigações, que aliás ainda agora não estão concluídas. Expliquem-me então porque é que só agora é tão urgente resolver o assunto!

Somos todos iguais perante a lei, mas há sempre qualquer coisa que nos diferencia quando a intervenção humana parte para a interpretação e para a acção.



*** * ***
FOTOGRAFIA
Narcisos by Palaciano

Flores by Palaciano

*** * ***
CARTOON
Consequência do tamanho do apêndice nasal

Fazendo figas para que caia...

8 comentários:

FERNANDA-ASTROFLAX disse...

OLÁ QUERIDO ZÉ ADORÁVEL A TUA POSTAGEM COMO SEMPRE,
FERNANDINHA

Pata Negra disse...

Este caso vai dar o resultado que todos esperamos: perde a justiça e ganham os corruptos.
Salve-nos a Inglaterra.
Um abraço free

Anónimo disse...

O gajo sai free do caso, o guito que os ingleses perderam vai ser pago por nós e a justiça, mais uma vez, fica por fazer.
Lol

AnarKa

ana p roque disse...

Muito interessante,o seu Blog!

Parabéns!

elvira carvalho disse...

Pois amigo, isto é sempre a mesma história.
Se um pobre coitado rouba para comer, vai preso. Mas para estes senhores nunca se consegue provar nada, e quando se prova foi um erro...
Um abraço

Maria disse...

Para alêm de que a Cândida Almeida é amiga Sócretina PS ferrenha, do PM...huuuum...pois!...


Belos Cartoons ;-)

Abraços!

ana p roque disse...

Vitral é uma arte belissíma,mas neste país é só para alguns,como em tudo o resto...
O sol quando nasce deveria ser para todos,mas não é...
Adorava ter visto a exposição,haverá mais.
Quanto aos Senhores corruptos,têm de ser tratados com pompa e circunstância,quer queiramos ou não,
eles continuam a ser uns Senhores,enquanto os que trabalham sériamente e têm os seus impostos em dia,são tratados como uma coisa qualquer.
Quem se trama é sempre o mexilhão,porque o peixe graúde,safa-se sempre e de bolsos cheios.

Abraço.
aPr

Anónimo disse...

Para uma Justiça acelerada nada melhor que a Fernandinha Câncio, que de uma penada resolveu já o caso do Kuku - FOI HOMICÍDIO - DISSE ELA!!
Bjos da Sílvia