terça-feira, junho 17, 2008

PROVA DE VIDA

Aqui o Zé continua em repouso embora com umas pausas para os assuntos mais urgentes. Interrompi o descanso apenas para comentar o NÃO irlandês, e pensava não voltar ao teclado a não ser na volta à vida activa, mas resolvi dar resposta duas provocações de uns amigos.

Fui amavelmente questionado sobre as minhas reservas ao Tratado Renovador, ou de Lisboa, e sobre o preço dos combustíveis. Claro que tenho uma opinião, a minha, e só não abordei os dois assuntos porque estava a fazer uma pausa. Aqui vai!

Sobre o Tratado de Lisboa, as minhas reservas vão sobretudo para o facto de o poder estar centrado em instituições constituídas por burocratas que não estão legitimados pelo voto dos europeus. O Parlamento, onde estão os eleitos, tem menos poder efectivo que a Comissão, e não só, coisa que não entendo. Outra reserva vai naturalmente para o tipo de ratificação deste texto, que me parece pouco democrática, e basta-me falar do exemplo português para ser bem claro, mas podia ainda referir as reacções de alguns dirigentes europeus ao resultado do único referendo efectuado, para continuar a desfiar críticas ao desprezo manifestado pela vontade expressa nas urnas pelos irlandeses, por parte de governantes que juraram respeitar a Democracia.

Sobre os combustíveis, limito-me a dizer a energia em sentido lato é um factor de produção que pesa imenso no cálculo dos custos, e é precisamente o único que os políticos nunca referem, quando falam de competitividade e produtividade.

Posto isto, volto ao meu descanso, poupando assim energias, as minhas e as do país. Para os meus amigos fica um até breve, ainda sem data marcada.

*** * ***
FOTOGRAFIA
Amaryllis by Palaciano

Rosa by Palaciano
*** * ***
CARTOON
EU_Treaty by rodani

Socrates-PSP by rodani

6 comentários:

São disse...

O nosso Ministro dos Negócios Estrangeiros já fala na repetição de Referendo!
A linha deve ser, presumo, a de referendo em referendo até ao Sim final...
Parece que os resultados só são democráticos quando lhes interessam, não?
Continuação de bom repouso, meu caro.
Mas volte breve, porque se o Zé Povinho desiste , será o fim.
Bem haja.

Papoila disse...

Agora falam num arranjo "cosmético" ao tratado para os que agora dizem NÃO venham a dizer sim... Democracia é passar atestado de menoridade ao povo que votou NÃO, convencidos que a "cosmética" é solução?
As fotos sempre belas!
Beijo

adrianeites disse...

acho que se devia fazer um referendo a nivel europeu, contar os sins e os nãos...

cump's

Odysseus disse...

Venha o hidrogénio aumentam a água, venham o eléctrico aumentam a electricidade...aumentam tudo, eu já não tenho reservas, secaram!

Sophiamar disse...

De cosmética em cosmética cada vez mais maquilhados. Para quê?
As flores, um miminho teu que me agrada muito.

Beijinhos e continuação de boas férias.

Anónimo disse...

Os políticos cada vez se afastam mais do povo, cada vez têm mais medo do escrutínio popular, procurando forjar oportunidades para decidir em favor de outros interesses sem interferências dos governados. A democracia está em perigo e poucos parecem perceber que o poder decisório cada vez está mais afastado de nós.
Bjos da Sílvia