domingo, junho 01, 2008

A FONTE DA JUVENTUDE

Chegados a esta época do ano, em que normalmente nos aliviamos de alguns trapos e procuramos a vida ao ar livre e as praias, as notícias incidem sobre as dietas miraculosas, as mezinhas que adelgaçam em pouco tempo, os ginásios onde se queimam as gorduras e até os cirurgiões plásticos que modelam corpos esculturais.

Há quem diga que é tudo por influência da moda, e da publicidade com que somos constantemente bombardeados, mas esta busca da beleza e da juventude já vem de muito longe.

No século III AC, Gilgamesh procurou em vão uma fonte mágica que lhe daria a eterna juventude e o imortalizaria. Na antiga Grécia, segundo a mitologia, a deusa Hera banhava-se numa fonte miraculosa para ficar sempre jovem e linda para o seu esposo Júpiter.

Alexandre o Grande, que conquistou quase todo o mundo conhecido na sua época também tentou encontrar essa fonte miraculosa, embora tenha vindo a falecer muito novo, precisamente com a mesma idade de Cristo. Talvez mais conhecido historicamente, temos o exemplo do marinheiro espanhol Juan Ponce de León que também terá ouvido a história da fonte da juventude, que seria na região da Florida, mas também ele acabou por não a encontrar, apesar de ainda haver uma fonte que ainda é assim identificada nessa região.

Para alguns, mais conhecedores da história dos descobrimentos, e das viagens exploratórias, também convém recordar o Prestes João que, supostamente, reinaria numa terra que tinha um rio dourado e uma fonte da juventude.

O apelo da lenda da Fonte da Juventude, e das suas variantes mais modernas, continua a atrair muitas atenções, até da ciência, mas continua felizmente a ser apenas uma miragem.

Fonte da Juventude de Eduard Veith (In National Geographic)
*** * ***

FOTOGRAFIA

Kingfisher by mejlby

Bird of Paradise by Nik

*** * ***
CARTOON


14 comentários:

jocasipe disse...

Não conhecia este blog, mas apreciei.

david santos disse...

Olá, Zé-povinho!
Quanto à "A FONTE DA JUVENTUDE", paciência. O que lá vai, já foi.
Quanto ao resto da postagem, para te ser sincero é das coisas mais lindas que tenho visto por estas bandas.
Imagens espectaculares, pássaros lindíssimos e cores de uma beleza ímpar.
Parabéns

Enfim... disse...

as boas praticas mantem se portanto lol

Beijinhos

Jorge P.G disse...

Acho que essa fonte é procurada pelos homens desde que o primeiro chegou a velho.
O culto da beleza está-lhe naturalmente associado pois nunca o velho foi tido por belo, embora tantas vezes seja na velhice que se encontra a verdadeira beleza.

Um artigo muito interessante e actual, já que hojese intensificam os meios de disfarçar as rugas do tempo.

Bonecos, como sempre, de qualidade e convidando a uma cuidada interpretação.
belas as fotografias!

Um abraço, boa formação profissional e um excelente domingo que se pretende de descanso e lazer.
Jorge P.G.

Papoila disse...

Olá Zé Povinho:
A fonte de juventude e a água...
As fotos de hoje são muito belas!
Beijo

SILÊNCIO CULPADO disse...

Zé Povinho
Como em tudo, a vida deverá dar-nos sabedoria para enfrentarmos com realismo as várias etapas do tempo.
Sentir a vida pulsar e a juventude de sabermos viver e procurarmos manter um aspecto o mais agradável possível, é sabedoria.
Entrar em contramão na corrida do tempo é uma loucura que nos trará a morte em vida. Um sofrimento atroz por tudo aquilo que queremos ser e já não somos.
Este post é, como diz o nosso amigo David Santos, de uma beleza ímpar.
Um abraço

meg disse...

Amigo Zé,


Eu sobre essa tal Fonte da Juventude, acho que ela está mais dentro da cabeça de cada um. E não estou a brincar, É só uma opinião.
Se a cabeça for boa e se a consciência estiver levesinha...

E deixo a Filosofia e a História, para quem perceber do assunto.
sem desmerecer do teu texto, Zé!

Um abraço




Hoje não foste a Veneza e ao Barhain?

MARIA disse...

Olá Zé, quantas saudades ...
O tema que apresenta é mais complexo do que parece : a necessidade que cada um tem de ser aceite, porque todos precisamos sentir-nos aceites, amados, leva a que por vezes, até erradamente, se busque uma imagem que acreditamos os outros gostariam de ver em nós.

Boa semana de trabalho, amigo.
Muitos beijinhos.
Maria

Marreta disse...

Parece que vamos ter de nos contentar com a nossa existência efémera, por enquanto.
Entretanto, para os mais inconformados com o passar dos anos, que prosperem os cirurgiões plásticos.
Saudações do Marreta.

Miki disse...

Obrigada pela visita Zé Povinho, como sempre é um regalo passar por aqui
bjo

A. João Soares disse...

A juventude de espírito pode coexistir com a idade física. O amadurecimento da idade, havendo facilidade de contacto com os outros, franqueza e simpatia, um idoso pode ser melhor aceite do que um jovem que não tenha essas qualidades. O artista brasileiro Paulo Autran foi entrevistado numa das nossas TVs e disse que era velho, gostava que os colegas o tratassem por velho, porque isso tinha afecto, e gostava de vir a ser muito mais velho.
Duvido que as pessoas que se preocupam demasiado com a aparência e repetem operações plásticas tenham tal felicidade.
O mal da idade é «carcaça» por vezes ficar em mau estado para poder conter dignamente o jovem espírito.
Um abraço
A. João Soares

Odysseus disse...

Podes não a creditar, mas este fds andei a fotografar a flôr que referências como: Bird of Paradise by Nik é muito bonita.

ANTONIO DELGADO disse...

A eterna juventude e o seu elexir sempre foi uma preocupação humana muito arcaica: talvez o poema de Gilgamesh seja o documento mais antiga que o prova. No Livro a Rama Dourada de Joe FRazer há sem duvida muitas referencias a esse mito noutras culturas... As imagens que pões junto ao texto são sempre um prazer para o olhar Um abraço
António

C Valente disse...

Que belas imagens e carttons
Saudações amigas