sexta-feira, abril 18, 2008

RAPIDINHAS

Cultura – Dia 18 de Abril comemora-se o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios e o tópico deste ano é “Património Religioso e Espaços Sagrados”. O programa completo para este dia está à disposição do público AQUI, e estende-se por quase todo o país, pelo que vale a pena consultar. Não é o programa que eu gostaria de anunciar aqui, mas com o constrangimento de verbas e com as dificuldades existentes, talvez seja o que é possível. Lamento também salientar que os Palácios Nacionais também ficaram de fora destas comemorações, pelo menos os que transitaram para o Instituto dos Museus e da Conservação, o que é de algum modo incompreensível.

Descontentamento – O descontentamento popular e a insatisfação que paira no ar, não é já enquadrável nas reivindicações sindicais, nem encontrou paliativos no acordo entre os professores e o ministério, ou sequer na baixa anunciada do IVA em 1%. O problema prende-se com dois factores que se agravaram nos últimos anos, que são a perda de poder de compra devido à degradação dos salários, e o aumento do desemprego. Os problemas ultrapassaram a sua vertente reivindicativa e sindical, transformando-se em verdadeiras chagas sociais. Quando nem os salários de quem trabalha garantem a subsistência familiar e o honrar dos compromissos, estamos perante um grande desequilíbrio social que é um caldo onde a revolta germina e pode eclodir quando menos se espera.


*** * ***

HUMOR DO GORAZ


Um amigo compreensivo?...

*** * ***

FOTOGRAFIA

Oh Glorious Spring by *LadyAliceofOz

strange flower by fulfi

*** * ***

CARTOON

Al-Gayeb

Slavomir and Richard Svitalsky

18 comentários:

Anónimo disse...

A beleza impera neste lugar, a par com o bom humor e a informação.
Sei que estás muito ocupado, mas quando puderes contacta-me que há novidades que te interessam.
Bjos da Sílvia

Maria disse...

Se na tivesse a chover aproveitava o dia comemorativo para ir ao Panteão...


Bons cartoons :-)


Bjs

São disse...

O tempo não está a ajudar nada, que pena!
Feliz fim de semana.

Spectrum disse...

Meu caro amigo Zé, sobre a cultura parece-me que nunca houve verdadeiramente investimento nesta área. É um mal congénito de certeza dos sucessivos desgovernos que nos vão comendo a carne, o sangue e o suor. Masi, essa é a grande lacuna do 25 de Abril: não ter conseguido alterar mentalidades. Falhou. E falhou porque se permitiu que um facínora como Spínola tomasse as rédeas do poder no próprio dia em que a revolução triunfava. Morreu o espírito de Abril nesse mesmo momento.
Sobre o descontentamento, diria que é tempo de os militares operarem outro 25 de Abril, este com sangue dos abutres que enriquecem à custa de todos nós. Claro que duvido que o façam, que agora já não está em causa uma guerra perdida e honras estranhas. Nunca me iludi; se é verdade que alguns - poucos - militares também pensaram efectivamente na liberdade do povo - que dias antes aquando do levantamento das Caldas esteve massivamente em manifestações de apoio a Caetano -. a verdade é que a grande maioria dos revoltosos estavam a defender questões de classe. Eu escrevi classe? Deveria ter dito "casta".
Sou pelo espírito de Abril. Com armas, acabando definitivamente com os abutres.
Adorei os cartoon´s.
Abraço

Boris disse...

Zé Povinho, Zé Povinho
neste País sem cultura
o que é que estamos à espera
de tanta cabeça dura?

Zé Povinho, Zé Povinho
anda o povo descontente
mas a falta de cultura
não o deixa ir p´ra frente.

Cada vez há menos pão
com o cereal aumentar
porém este povo anão
irá nos mesmos votar.

Zé Povinho, Zé Povinho
não vale a pena chorar
haja na taberna o vinho
para o povo sossegar.

Zé Povinho, Zé Povinho
há que viver a informar
e tu aqui no teu blogue
tens muita coisa p´ra dar.

Zé Povinho, Zé Povinho
estou aqui p´ra te ajudar.

MARIA disse...

Olá Zé,
Obrigada pela partilha e pelas flores que são muito bonitas, particularmente a estrelícia.
Bom fim de semana.
Beijinhos amigos.
Maria

Miki disse...

Afinidade…
Não é sentir, nem sentir contra…
Nem sentir para…
Nem sentir por…
Nem sentir pelo…
Afinidade é sentir com!

Um fim de semana cheio de alegria e harmonia.
Beijo

Savonarola disse...

Tanto constrangimento de verbas para a Cultura e tanto à-vontade na compra de pópós ministeriais. Para este governo a cultura escreve-se com c pequenininho...
O descontentamento cresce a par da ganância do poder, o que pode conduzir este à sua perdição. Se assim for, será o meu "amor de perdição".
Abraço anarquista

Pata Negra disse...

Receio que o descontentamento vire em abstenção e eles recolham, de cada vez menos votos, o mesmo discurso da legitimidade.

Um abraço descontente

José Miguel Gomes disse...

Não podia deitar-me sem vir aqui, deixar-te um abraço e o agradecimento pelas palavras que deixas no meu blog, fazem bem, fazem-me muito bem.

Fica bem,
Miguel

ANTONIO DELGADO disse...

A cultura parece que é uma parente pobre de todas as outras actividades sociais. O novo ministro da cultura até disse que faria mais com menos dinheiro...Nao foi? estaria ele a chamar esbanjadora à anterior colega ou que recado lhe estaria a dar...que cultura esta dos ministros!!!

Excelentes fotos como sempre.

Um abraço e bom fim de semana.
António Delgado

Vieira Calado disse...

Os que mandam nisto, querem, por força, mudar radicalmente a sociedade: dum lado um punhado de podres de ricos, do outros os seus servidores, no limiar da pobreza.
Nunca se tinha visto nada igual.
Um abraço.

Templo do Giraldo disse...

Pois é meu caro ze o problema dessas mesmas pessoas(governo) nem é a falta de conhecimento geograficos, mas sim de questões politicas. è que se mora passar para o distrito de portalegre o PCP perde a maioria na associação de municipios e quem ganha com isso é o PS. E agora responde-me a uma questão... Qual é o partido politico que governa o País?? Desculpa esta pequena ironia...

Um abraço.

meg disse...

Zé, amigo, hoje apeteceram-me acácia rubras para oferecer aos amigos.
Um abraço

tulipa disse...

Olá Xamuar

A minha vinda aqui hoje, é para convidar para o cocktail que ofereço, durante este dia especial para mim.
Estarei à vossa espera, num lugar magnífico que reservei.
No entanto durante todo o dia, as bebidas estão à disposição bem como este ano uma surpresa...

Bom fim de semana.
Beijos e abraços.

adrianeites disse...

o goraz continua imparavel!

bom fim de semana!!!!

Jofre Alves disse...

Um blogue interessantissimo que se visita com muito gosto, pela grande qualidade e também pela grande dose de humor, do bom!!! Boa semana.

Jorge P.G Sineiro disse...

Parece-me claro que estamos em presença de chagas sociais difíceis de curar nos próximos tempos.
O país está despir-se dos seus parcos valores patrimoniais e uma certa letargia, fruto da descrença e da resignação fatal dos velhos e tristes tempos, avança como onda avassaladora e deglutinadora do bem-estar da classe média. Os pobres são mais pobres, entretanto, mas esses parece nem serem tidos em devida conta, pois normalmente não votam senão em reduzida escala.

Um abraço.
Bom fim-de-semana.
Jorge P.G.