quinta-feira, abril 03, 2008

PATRIMÓNIO EM RISCO DE DERROCADA

O DN de ontem, quarta-feira 2 de Abril de 2008, eleva a título «Património precisa de uns 50 milhões», e logo abaixo esclarece que este era o valor estimado em 2006 para recuperar edifícios históricos. Estas estimativas referiam-se a um conjunto de 55 monumentos, devidamente catalogados à data, segundo o risco de derrocada estimado, calculado em três níveis – baixo, médio e elevado.

Eu já aflorei aqui por diversas vezes este problema, e também a exiguidade dos orçamentos do Ministério da Cultura e o excesso de centralismo na sua gestão, que agrava enormemente a situação. Estes meus reparos já me valeram alguns mails dizendo que eram alarmistas, que não existia risco nenhum, e que estavam em curso grandes obras de reabilitação às quais eu não me referia. Pelo contrário, quase só falei de monumentos bastante visitados, onde a degradação é perfeitamente visível, embora se tratem de monumentos emblemáticos e que até atraem inúmero público. Também estou a para do que tem sido feito nestes últimos 5 anos, e posso afirmar que na quase totalidade dos casos, apenas se fizeram remendos. Há excepções duas ou três, mas são mesmo excepções e são na zona centro do país.

Enquanto houve verbas dos fundos comunitários, fez-se obra sim senhor, reabilitaram-se diversos museus e monumentos, mas quando esses dinheiros começaram a ser escassos, passou-se aos remendos e entrou no esquecimento os trabalhos de manutenção, deixando-se degradar o Património. Hoje é fácil reparar em muralhas em risco de derrocada, fachadas sujas e com rebocos degradados, pingueiras e infiltrações quando chove, paredes interiores manchadas e sujas, jardins ao abandono, etc. Estamos a falar de edifícios antigos em que a manutenção tem de ser constante, e que a não ser feita atempadamente leva a que as intervenções se tornem muitíssimo mais caras.

O desinvestimento no Património, em Portugal, contrasta com o que se passa por essa Europa fora, começando aqui pelos nossos vizinhos, e o que se nos afigura num horizonte mais próximo do que alguns vaticinam, é a entrega de Monumentos Nacionais a privados, como aliás já se desenha e adivinha. Alarmista? Talvez, mas já me chamaram isso antes quando falei em degradação, por isso vamos ver o que se segue, e se os portugueses a isso vão assistir passivamente.

NOTA: Este é o meu post nº 600


*** * ***

PINTURA

Winter sea by Greendoorstudio

tree by mariofdy

*** * ***

CARTOON

Julian Pena Pai/Roménia
Julian Pena Pai/Roménia

15 comentários:

Maria disse...

Olá meu querido amigo Zé Povinho.

Hoje estou assim como o património em Portugal : quase a cair ( de sono claro )
Vim lê-lo, deliciar-me com os cartoons e as imagens e saio em estado de grande "fascination" pela beleza e interesse deste espaço.
600 posts : já é obra !...
Parabéns.
Um beijinho muito amigo

Maria

papagueno disse...

Lá está o lema do nosso ministro "fazer mais com menos dinheiro". O resultado está à vista.
Obrigado pelo aviso, não fazia idéia que a música do meu blogue estava a metade pois no meu PC consigo ouvi-la inteira. Deve ser porque o upload foi feito neste computador. É pena porque é uma canção belíssima.
Um abraço.

Marreta disse...

Já estou a ver os monumentos a passarem para as mãos de algum Berardo, tal qual foi feito com as Pousadas de Portugal.
Saudações do Marreta.

Maria Sulista disse...

O que referes é muito grave. E não,como algumas bocas mal intencionadas te responderam, alarmista.

Mas a gente sabe como funcionam as coisas neste país...é como a ponte de Entre-os-Rios...qd cair algum bocado de monumento e quiçá em cima de alguêm, é que acreditam e remendam a coisa...

VErgonha Nacional!!!!!


Bjs

ps- fico toda orgulhosa que as T-shirts vão passear por Sintra :-)

Zé Povinho disse...

Caros amigos
Neste caso, bem que gostava de estar enganado, mas como diz o Marreta, já vimos o que foi feito no passado, e com o que se desenha no horizonte, talvez a Quinta das Lágrimas em breve tome conta de um monumento próximo, Alcobaça e Tomar virem hotéis de charme e, quem sabe passem a explorar ou ter alguns direitos sobre os munumentos, se acabe com um excelente laboratório que foi criado há poucos anos pelo IPA, os Montes da Lua tomem conta do Palácio da Vila de Sintra, e os Coches virem também uma sociedade ou parceria manhosa. Como vêem falo apenas de alguns dos monumentos mais emblemáticos do país e dos que mais receitas geram.
Coincidências, claro!
Abraço do Zé

Anónimo disse...

Ó Zé, será que eu percebi bem e falas da Sé velha, quando te referes à qtª do Júdice?
Afinal isto é mais sério do que parece.
Bjos da Sílvia

São disse...

Mas eu não consigo perceber porque razão não se segue o exemplo de Espanha!!
Não há nada que não esteja cuidado ...e rentabilizado!
Até a Sagrada Fam+ilia , em Barcelona!!
Saudações.

Ludo Rex disse...

Antes de mais, parabéns pelo post 600 e continua. De facto o desinvestimento no Património em Portugal é bastante preocupante, e não falo só do restauro ou manutenção, mas também nos recursos humanos necessários para tal... É po país que temos...
Um Abraço

Vieira Calado disse...

Desinteresse, laxismo, má programação e, como isso não dá grande coisa aos políticos...

Um abraço

peciscas disse...

Se tu és alarmista, então, podem chamar-me o mesmo.
Tenho constatado o mesmo que tu. E, também, feito algumas comparações, quando viajo por essa Europa.

Templo do Giraldo disse...

Passei por aqui a saer as novidades da tua loja.

Continuas em grande forma.

Um abraço do templo.

C Valente disse...

Pois para haver dinheiro para coisa inuteis não há para o património
Desculpe o atraso em contactar mas tenho tido problemas com ligações da Internet
Saudações amigas

C Valente disse...

Pois para haver dinheiro para coisa inuteis não há para o património
Desculpe o atraso em contactar mas tenho tido problemas com ligações da Internet
Saudações amigas

C Valente disse...

Pois para haver dinheiro para coisa inuteis não há para o património
Desculpe o atraso em contactar mas tenho tido problemas com ligações da Internet
Saudações amigas

Maria disse...

Ora bolas...ainda é mt mais grave do que eu pensava! ...fdMãe!!


Bjs