sexta-feira, abril 04, 2008

OS PAINÉIS DA SÉ DE ÉVORA


Porque nem tudo é mau na Cultura, e porque quem lá trabalha de verdade me merece o maior respeito, aqui fica o convite para verem uma exposição dos painéis flamengos da Sé de Évora, no Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa.

Coloquei aqui esta sugestão depois de visitar a exposição, e após ter visto pela 1ª vez estes painéis. Fiquei agradavelmente surpreendido pelo trabalho efectuado na preparação do restauro, com um estudo criterioso das obras que está bem documentado, e que permitiu, não só saber mais sobre as obras, mas sobretudo uma intervenção criteriosa e adequada.

Tudo isto merece uma referência elogiosa, e sobretudo a visita de todos os que se interessam pela arte e pelo nosso Património.

NOTAS
O meu agradecimento ao Ludovico pela chamada de atenção.
Mais informação e um vídeo AQUI e AQUI

*** * ***

FOTOGRAFIA

Velvet dress by Wendelin

I will always by Wendelin

*** * ***

CARTOON

El pecado by Boligan

Frederick Deligne

7 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Zé Povinho
Realmente é uma sugestão atractiva até porque já há muito tempo que não vou ao Museu de Arte Antiga.

Abraço

Maria Faia disse...

Estimado Amigo,

Évota é, para mim, uma cidade de "sonho", carregada de uma simbologia impar de luta e de resistência.
Aliás, todo o Alentejo exerce em mim um poder fascinante...a sua magia acompanha-me e, talvez por isso, eu seja tão inconformada com as injustiças e o sofrimento humano.

Um beijo amigo,

Maria Faia

Tiago R. Cardoso disse...

Pena ser longe de mim...

Boas imagens, muito bem.

Bom fim de semana.

Anónimo disse...

Ora ainda bem uma noticia boa no meio de tanta tristeza!

Gostei dos Cartoons :-)


ps-e as tshirts continuas satisfeito?


Bjs

Maria disse...

Ora ainda bem uma noticia boa no meio de tanta tristeza!

Gostei dos Cartoons :-)


ps-e as tshirts continuas satisfeito?


Bjs

Meg disse...

Amigo Zé,

Já era tempo de vir algo de bom.
Estou longe, mas é sempre bom saber que há alguma coisa que corre contra a maré.

Um abraço

Mocho-Real disse...

Há que aplaudir, sem dúvida, até porque não nos dão grandes oportunidades para o fazer.

Um abraço.
Jorge P.G.